EUA vai atacar à Síria, anuncia Donald Trump

Donald Trump anunciou nesta sexta-feira 13/04, que um ataque está em curso contra locais de produção e armazenagmento de armas químicas na Síria, em resposta ao suposto ataque químico ocorrido no dia 7 de abril, deixando dezenas de mortos.  Segundo o presidente estadunidense, o ataque é realizado em conjunto com a França e o Reino Unido

TRUMP

Ordenei as forças armadas dos Estados Unidos a lançar ataques precisos em alvos associados com estabelecimentos de armas químicas do ditador sírio Bashar al-Assad”, disse Trump em pronunciamento na Casa Branca.

Segundo o presidente, o uso de armas químicas na cidade de Duma foi a gota d’água para implantar medias que visam coibir as ações de Assad.

“A resposta combinada americana, britânica e francesa responde a essas atrocidades integrará todos os instrumentos do nosso poder nacional: militar, econômico e diplomático”, afirmou.

Em forte discurso Trump já sinalizava orquestrar uma resposta militar ao ataque químico na cidade de Duma. No último domingo 08/04, em sua conta no Twitter, acusou a Rússia e Irã de serem  responsáveis  por apoiar as atitudes desumanas Assad e que haveria um “grande preço” a pagar.

Uso de Gás químico letal  em Duma

O ataque em que um gás tóxico teria sido utilizado aconteceu no sábado e deixou dezenas de mortos e feridos. A acusação do suposto ataque químico contra o governo partiu do grupo rebelde sírio Jaish al-Islam. Eles acusam o regime de Assad de lançar um barril-bomba com substâncias químicas venenosas contra civis.

Duma fica na região de Guta Oriental, onde desde fevereiro o governo sírio promove uma ofensiva para retomar o controle das mãos dos rebeldes. A cidade, que é a maior dessa região, é um dos últimos redutos dos combatentes que lutam contra Assad.

Os governos da Síria e da Rússia insistem em dizer que não houve ataque químico e disseram que estão dispostos a receber e facilitar uma visita segura de investigadores da Organização para a Proibição das Armas Químicas (Opaq) para estudar as denúncias.

Esse suposto ataque na região de Duma, pode ter sido  planejado para dar início ao um conflito bélico de escala global, e/ ou forçar a saída do  ditador Bashar al-Assad do poder. Tem muita coisa em jogo na Síria, ela esta situada num contexto histórico, arqueologico  e cientifico, há outros interesses pela Síria que não seja ajuda humanitária.

Fontes: G1 e Revelação Final

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta