Síria através da Rússia pode dar origem a Nova Ordem Mundial alternativa

Segundo o jornal sírio Tishreen, citado pelo site analítico What They Say About USA, a recente fraqueza dos EUA na cena mundial não significa necessariamente o fim da hegemonia norte-americana.

Os EUA manterão o seu estatuto de superpotência global na economia, defesa e política ainda nas próximas décadas, mas já não têm o poder absoluto, porque a Rússia, após a situação da Crimeia, deu um passo importante à eliminação do sistema unipolar, refere o site.

De acordo com What They Say About USA (O que dizem sobre os EUA, em português), a Síria entrará na história como o país onde aconteceu a maior alteração de um sistema global, que pode ser comparada com a Guerra da Coreia em 1950 ou com a desintegração da Iugoslávia.

refu4
No primeiro caso, a alteração consistiu na passagem da “aliança contra o fascismo” para o sistema mundial bipolar criado como resultado da Guerra Fria e das guerras deste período no Vietnã, Cuba e Oriente Médio. Mais recentemente, na Iugoslávia nos anos 1990, o sistema bipolar tornou-se unipolar, com os EUA dominando o planeta sem que alguém duvidasse do seu direito de se aproximar das fronteiras russas, “ampliando” a OTAN.

Agora na Síria a situação é totalmente diferente das crises na Coreia ou na Iugoslávia, indica a publicação online. Em ambos os casos anteriores, os países se desmoronaram desde o início, o que não acontece agora na Síria, que continua resistindo e (o que é especialmente importante), mantendo os elementos mais importantes em tempos de guerra – as Forças Armadas e o suporte do povo.

É por isso que, atualmente, o país se está tornando em uma zona estratégica onde, com os esforços de Bashar Assad e Vladimir Putin, pode surgir uma nova ordem mundial alternativa.


Via: http://br.sputniknews.com/mundo/20151026/2538420/siria-russia-eua-midia.html#ixzz3piE7LcLH

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta