ONU em favor da Ideologia de Gênero – Eis a realidade!!!

A Organização das Nações Unidas, reúne neste dias todos os representantes mundiais para discutir assuntos pertinentes a sua agenda. Dentre os muitos assuntos tratados, a ONU não deixa entretanto de defender um de seus maiores interesses: a Ideologia de Gênero.

Em setembro de 2000, a Assembleia do Milênio reafirmou na sede da ONU em Nova York (EUA) estabeleceu as metas de qualidade de vida das Nações Unidas para o novo milênio, dentre elas: “A eliminação da disparidade entre os sexos nos diversos níveis de educação até 2015.” Neste ano de 2015 foram propostos novos desafios de desenvolvimento sustentável para 2030 e novamente a Ideologia de Gênero prefigura entre os objetivos latentes desta Organização.

35-300x157

Vejamos como ao longo da Assembléia da ONU, o assunto: GÊNERO é amplamente discutido, apresentado e fundamentado:

Neste domingo (26), a presidente Dilma Roussef foi a primeira a discursar e ao falar sobre o clima não deixou a desejar com relação ao “nefasto e rarefeito clima” de doutrinação ideológica de gênero no país.

– Inclui ações que aumentam a resiliência do meio ambiente e reduz os riscos associados aos efeitos negativos da mudança do clima sobre as populações mais pobres e vulneráveis, com atenção para as QUESTÕES DE GÊNERO, direito dos trabalhadores, das comunidades indígenas, quilombolas e tradicionais.
– Tivemos grandes avanços em programas habitacionais; no acesso ao ensino básico; nas questões de saúde pública; na IGUALDADE DE GÊNERO.  Atingimos esses resultados porque tivemos o entendimento de que a pobreza é um fenômeno multidimensional.

Eis o discurso na íntegra: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/09/1687146-leia-integra-do-discurso-de-dilma-na-onu-sobre-metas-ambientais.shtml

Confira o vídeo:

Na ocasião, a ONU Mulheres e a China organizaram um encontro na sede da ONU a favor da igualdade de gênero e empoderamento das mulheres com base na Declaração de Pequim. Foram lembrados também os 12 pontos prioritários de trabalho pautados na Plataforma para a Ação cujos objetivos estratégicos para acabar com discriminação contra meninas e mulheres e alcançar a igualdade de gênero e em particular implementar o ODS 5 (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), que estipula que o mundo deve “alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas” até 2030, segundo o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Confira: http://nacoesunidas.org/chefe-da-onu-defende-um-planeta-igualitario-entre-homens-e-mulheres-ate-2030/

Uma nova agenda global para acabar com a pobreza até 2030 e buscar um futuro sustentável para todos no planeta foi adotada, nesta sexta-feira (25), por unanimidade, pelos 193 Estados-membros das Nações Unidas, no início da Cúpula da ONU sobre o Desenvolvimento Sustentável 2015.

A histórica adoção da nova Agenda de Desenvolvimento Sustentável, com 17 Objetivos Globais, foi recebida com uma ovação pelas delegações que incluíam muitos dos líderes de mais de 150 países do mundo que estão participando da abertura da Cúpula na sede da ONU, em Nova York.

Confira: http://www.unric.org/pt/objetivos-de-desenvolvimento-sustentavel

2

Neste contexto, várias empresas e fundações, dentre elas a Fundação Bill & Melinda Gates e Unilever, também reafirmaram seu compromisso em patrocinar esta agenda de gênero. Phumzile Mlambo Ngcuka, diretora executiva da ONU relatou que: “Não pode haver igualdade entre os sexos sem investimento e vontade de mudar o status quo“. Para que todas as formas de discriminação de gênero, em todos os lugares, acabem até 2030, todas as empresas terão de intensificar os investimentos essenciais em matéria de igualdade de gênero”. De acordo com a ONU Mulheres, a igualdade de gênero é fundamental para implementar a “promessa transformadora” da nova Agenda de Desenvolvimento Sustentável.

Confira a notícia: http://nacoesunidas.org/empresas-e-fundacoes-globais-se-comprometem-a-financiar-a-igualdade-de-genero-em-evento-na-onu/

Urge uma forte ação de contraponto neste campo ideológico de gênero. Precisamos estudar, conhecer, aprofundar o tema e ofertar às nossas famílias e filhos, às novas gerações, uma chance de serem preservadas desta desgraça ideológica cuja finalidade é roubar, matar e destruir a essência da família!

Atenção aos partidos e políticos cujas metas, projetos e pensamentos convergem para a instauração e ampliação destas ideologias. Estes políticos não são dignos de nosso voto.

VIA:http://fabianomartatobias.com.br/organizacao-das-nacoes-unidas-em-favor-do-genero/

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta