Repórter Alemão Infiltrado: Os Planos Do ISIS São De Matar ‘Centenas De Milhões’ Em Uma ‘Limpeza Religiosa’

Jurgen Todenhofer, o primeiro repórter ocidental a
se infiltrar junto aos militantes do Estado islâmico e a não ser
morto no processo, falou para a rede Al Jazeera sobre o seu tempo com o
grupo terrorista.
Todenhofer viveu lado a lado com
os combatentes jihadistas durante dez dias na cidade-fortaleza de Mosul do
Estado Islâmico, no Iraque. Ele estava acompanhado apenas pelo seu filho, que
serviu como seu cameraman.

“Eu sempre perguntei-lhes sobre o
valor da misericórdia no Islã”, mas “eu não vi qualquer misericórdia em seu
comportamento”, explicou Todenhofer. Ele acrescentou: “Algo que eu não entendo
nada é o entusiasmo no seu plano de limpeza religiosa, planejando matar aos
não-crentes … Eles também irão matar democratas muçulmanos, porque eles
acreditam que os não-muçulmanos colocam as leis dos seres humanos acima dos
mandamentos de Deus”.
O repórter alemão então elaborou
sobre como ele ficou chocado sobre como os combatentes do ISIS estão “disposto
a matar”. Ele disse que eles estavam prontos para cometerem genocídio. “Eles estavam falando sobre [matar] centenas de
milhões. Eles estavam entusiasmados com isso, e eu simplesmente não consigo
entender isso
“, disse Todenhofer.
Ele alertou de que o Estado islâmico “é muito mais forte
do que pensamos”
, e que o seu método de recrutamento trouxe jihadistas motivados de todo o
mundo. “Todos os dias, centenas de novos combatentes entusiastas estão
chegando”, explicou Todenhofer. “Há um entusiasmo incrível que eu nunca vi em
nenhuma outra zona de guerra em que eu já estive”.
O jornalista afirmou que a campanha
de bombardeio, liderado pelos EUA, não ia parar o Estado Islâmico e a sua Jihad
iria continuar. Ele disse à Al Jazeera que ele acreditava que o grupo
terrorista só seria interrompido se os colegas iraquianos sunitas se
levantassem contra eles.

Fonte: http://dcvcorp.com.br/?p=1099
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta