Pesquisador relaciona a renúncia de Bento 16 com profecia de Apocalipse

Para
Luiz Carlos Fernandes a desistência de Joseph Ratzinger marca o início dos
finais dos tempos
A
renúncia do papa Bento 16 fez aumentar em blogs evangélicos as interpretações
sobre o livro do Apocalipse, apontando que o próximo papa seria o último antes
da destruição de Roma e que este seria também a besta, dando início ao período
da tribulação.
Em
entrevista exclusiva ao Gospel Prime Luiz Carlos Fernandes, do site Tempo
Final, explica quais serão os desdobramentos proféticos desta renúncia e o que
estudiosos do tema acreditam que irá acontecer nos próximos anos.
Ao
ser questionado sobre o que representa a renúncia de Bento 16, Fernandes afirma
que a atitude de Joseph Ratzinger é o “marco inicial que irá desencadear as
cenas finais da história da terra previstas no livro do Apocalipse”.

Em
Apocalipse 17. 9 e 10 lemos: Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças
são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada. E são também sete
reis; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier,
convém que dure um pouco de tempo.

As
interpretações feitas sobre este capítulo como um todo apontam a Igreja
Católica como sendo a grande prostituta e que João teria visto o sexto rei, que
seria o papa João Paulo II. A contagem de reis como papa é feita a partir do
ano 1929 quando o Vaticano se tornou um Estado.

Quem
será o oitavo rei?
“Em
1929 quando o Vaticano foi instituído, o papa Pio XI estava no poder, e agora
sim, ele pode ter uma coroa e governar como um rei, e passou a ser o primeiro
papa-rei, em seguida, vieram papa Pio XII, papa João XXIII, papa Paulo VI, papa
João Paulo I, e este já foi o quinto rei e sobre João Paulo II que era o sexto
rei”, explica Fernandes que lidera o Spiritual Group.
O
mesmo texto bíblico profetiza que o sétimo rei duraria pouco tempo, como de
fato aconteceu com Bento 16 que ficou no poder por oito anos. Mas o que
acontecerá com o oitavo papa? Seria ele a besta que conduziria a Terra à
destruição?
Para
responder a esta pergunta Luiz Carlos Fernandes comentou que a besta significa
tanto um animal como um reino e ele cita o capítulo 7, versículo 23 do livro de
Daniel para explicar sua opinião a este respeito. Dito isto, ele comenta que “a
besta é uma caricatura de Cristo e Seu governo, uma imitação barata, pois
enquanto Cristo recebe poder e autoridade do Seu Pai para reinar sobre todo o
universo e também para exercer Seu ministério sacerdotal, a besta ou
anticristo, que será o Oitavo Papa-Rei, recebe seu poder e autoridade do
dragão, que é Satanás”.
Tempo
de tardança
Enquanto
a escolha do novo papa não é revelada, muitos estudiosos tentam voltar atrás
das profecias reveladas que diziam que o papa João Paulo II ressuscitaria entre
os mortos para ser o oitavo papa. Além disso, os dez reis revelados no
Apocalipse ainda não estão reinando no que muitos chamam de Nova Ordem Mundial,
contudo estamos próximos desses dias como afirma Fernandes.
A
previsão do estudioso é que o Vaticano escolha quatro cardeais que reinarão
enquanto o mundo sofre essas mudanças necessárias para a volta de Cristo. O
oitavo papa surgirá apenas depois do tocar das quatro primeiras trombetas.
“Após
a saída de Bento XVI e até a chegada do Oitavo Papa-Rei que será apenas somente
na quinta trombeta, o Vaticano estará dividido em poder entre quatro líderes
(quatro cardeais) como visto em Daniel 8.22″, diz.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta