A nova corrida armamentista: “ARMAR O ESPAÇO”, o inimigo agora é outro!


muito tempo a elite global vem tentando viabilizar um projeto um tanto
contraditório e duvidoso: “ARMAR O ESPAÇO”, e criar mecanismos para sua
monitoração. E com a queda do meteoro na semana passada na cidade russo de Chelyabinsk,
só contribuiu para que esse projeto espacial saia do papel e se torne concreto,
é um dos objetivos de Vladimir Putin e de outros líderes globais.
A
justificativa para implantar bases com armas no espaço se baseia nas alagações
de autoridades e cientistas que defendem a ideia de que Asteroides, Planetas
Errantes, OVNIS e Alienígenas, poderão não apenas atingir a terra, mas também promover
a sua  extinção, vão além do discurso,
alegam que  a terra está vulnerável,
desarmada e despreparada para lhe dar com uma invasão alienígena iminente,
teoria mais defendidas nos debates sobre esse tema, e vem ganhando credito e
atenção do mundo.

Armar
o espaço e monitora-lo não é falácia, é fato, visto que recentemente o governo
estadunidense recebeu uma petição de cidadãos americanos solicitando a
construção até 2016, de uma arma espacial, conhecida nos filmes na série de
Star Wars como a “Estrela da Morte”. Uma estação espacial do tamanho de uma
pequena lua, que estava equipada com uma  arma laser poderosa, o suficiente para
destruir planetas.
Se
a Estrela da Morte for construída ou outras armas forem implantas em bases militar
espaciais, corrobora com as informações que publicamos no blog, que a Terra
poderá sofrer um ataque de bandeira falsa alienígena. Há relatos que o homem
nunca mais “retornou” a Lua, porque encontrou uma civilização alienígena hostil residente  na Lua. E o projeto de armar o espaço não vem de agora, é um
projeto fomentando desde a década de 1970, visando à proteção da terra sobre ataques desses supostos alienígenas lunar.
Portanto,
a meu ver, foi de procedência duvidosa a queda desse meteoro na cidade russa,
pode ser uma arma desenvolvida pelo EUA, conforme a declaração do vice-presidente
da Duma (a Câmara dos Deputados russa), Vladimir Zhirinovsky. Trocando em miúdos,
o Tio Sam aproveitou a distração da mídia sobre passagem do Asteroide 2012 DA
14, para realizar alguns    testes
militares de algum armamento poderoso, cujo o objetivo fora  fabricar um inimigo desconhecido: asteroides,
alienígenas etc, para  então, ter  embasamento suficiente e apoio do mundo para
armar o espaço, e quem sabe atacar um inimigo, responsabilizando esses inimigos
invisíveis.”A OPERAÇÃO DO ERRO ESTÁ PRÓXIMA”.
Assista
abaixo as entrevistas da Dr. Carol Rosin uma ex cientista da NASA CONFIRMANDO o projeto de armar o espaço:

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta