Parlamento turco autoriza intervenção militar na Síria

O
Parlamento da Turquia autorizou nesta quinta-feira o governo a enviar tropas à
Síria durante o prazo de um ano, uma moção debatida após a morte ontem de cinco
pessoas em um povoado turco pela queda de granadas de obuses procedentes de
território sírio.
A
decisão, conforme o artigo da Constituição que regula as declarações de guerra,
foi aprovada com 320 votos a favor, do governamental Justiça e Desenvolvimento
(AKP) e do opositor MHP, e 129 contra, do social-democrata CHP e do pró-curdo
BDP.

O
Parlamento condenou assim o ‘abjeto ataque’ e atribui sua responsabilidade às
Forças Armadas da Síria, e autoriza o envio de tropas a ‘países estrangeiros’,
um ponto criticado durante o debate parlamentar, já que não especifica que se
refere à Síria.

Em
qualquer caso, o sinal verde a esta moção apresentada pelo governo não
representa automaticamente uma declaração de guerra, já que fica a critério do
Executivo decidir quando e como realizar esta intervenção.

Segundo
declarou o vice-primeiro-ministro Besir Atalay ao canal ‘NTV’, a Turquia tomará
todas as decisões em consonância com a comunidade internacional.
A
permissão para deslocar tropas acontece depois que Turquia bombardeou ontem
vários alvos sírios no ponto de onde, segundo o Exército, foram disparadas as
granadas de obuses que provocaram as cinco mortes em Akçakale, um município
fronteiriço.
Fonte: MSN
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta