Lobista israelense quer um novo “Pearl Harbor” para forçar os EUA irem à guerra contra o Irã

Na
sexta-feira passada, durante o período de perguntas no Instituto Washington
para o Oriente Médio, num almoço no fórum político sobre “Como construir uma
coordenação EUA-Israel para interromper o programa nuclear iraniano”, disse o
diretor de pesquisa da think tank pró-Israel, onde deu a entender um Pearl
Harbor – tipo de ataque que pode ser necessário para forçar os Estados Unidos a
ir à guerra contra a República Islâmica.

“Eu
sinceramente acho que o início de crise é muito difícil”, disse Patrick
Clawson, que também dirige o Instituto Irã Washington Iniciativa de Segurança,
em resposta à uma pergunta sobre o que aconteceria se as negociações com Teerã
falhar. “E é muito difícil para mim ver como os Estados Unidos … uh …
Presidente pode nos levar à guerra com o Irã”.

Como
conseqüência, Clawson disse que ele foi levado a concluir que “a maneira
tradicional [que] para a América o melhor seria ir para a guerra e que seria
melhor para os interesses dos EUA”.

Curiosamente,
ele passou a narrar uma série de incidentes controversos da história americana
– o ataque a Pearl Harbor, o naufrágio do Lusitânia, o incidente do Golfo de
Tonkin, e a explosão do USS Maine – que presidentes dos EUA “tiveram que
esperar” antes de lançar a América para a guerra.

“E
eu posso mostrar que o Sr. Lincoln não poderia chamar o exército federal até
que Fort Sumter fosse atacado”, Clawson continuou, “é por isso que ele ordenou
o comandante em Fort Sumter a fazer exatamente o que a Carolina do Sul havia
dito que causaria um ataque. “

“Assim,
se, de fato, os iranianos não vão se comprometer”, o lobista Israel concluiu
com um sorriso no rosto “…seria melhor se outra pessoa começasse a guerra.”

 Vídeo de 1:54 min visto em thedailysheeple:

Vídeo completo:

Comentário
do blog:
Os
genocidas sionistas em Israel e nos EUA estão loucos para iniciar a 3ª Guerra
Mundial.
Os
fatos históricos citados pelo lobista mostram que em todos os eventos que
antecederam o envolvimento dos EUA numa guerra foram causados por ataques de
falsa bandeira. O próprio, na maior cara-de-pau , afirma que é necessário um
novo “Pearl Harbor” para obrigar os EUA atacarem o Irã! É inacreditável! Como
este tipo de declaração não recebeu a devida represália? Por que todos
permanecem calados ao ouvir isto saindo da boca de um lobista israelense? Acaso
israelense neste mundo é intocável e está acima da lei e de tratados
internacionais?
Por
este motivo tanto se fala neste blog, alertando para a ameaça à humanidade que
representa o lobby sionista, em diversos artigos vêm sendo avisado que
campanhas presidenciais são financiadas pelo lobby israelense,
consequentemente, o marionete que ocupar o cargo atenderá exclusivamente aos
interesses de Israel.

Chego
à conclusão que estas declarações confirmam a existência de um grupo criminoso
endinheirado que é o responsável por todos os ataques aos EUA, assim como em
outros países para obrigá-los a entrarem em guerra. Se trata dos
sionistas/Illuminati que há décadas vêm ditando o rumo deste mundo para atender
aos seus interesses financeiros.

E
num momento de reflexão nos perguntamos: “Será que as 1ª e 2ª Guerras Mundiais
foram iniciadas a partir de ataques de falsa bandeira justamente para que este
grupo sionista conseguisse atingir seu objetivo que é o estabelecimento de um
Governo Mundial?”. Deixo esta pergunta para que o leitor pesquise. Que fato deu
inicio à primeira guerra mundial e segunda guerra mundial.

Eu
não tenho dúvidas, o caminho para a Nova Ordem Mundial passa por uma 3ª Guerra
Mundial e vai ser provocada por um false-flag projetado pelo Mossad.

No
último artigo foi divulgada uma notícia do Veterans Today onde seu editor chefe
Gordon Duff publicou uma suposta manobra militar dos EUA e China em San
Francisco contra uma invasão extraterrestre. Será este o false-flag? Será que
são tão loucos a ponto de usarem uma falsa invasão alienígena para estabelecer
o Governo Mundial almejado pelos banqueiros sionistas? Não duvido, Israel
planejou e executou os ataques de 11 de setembro matando mais de 3.000 pessoas
para obrigar os EUA a invadirem 7 países do Oriente Médio, 5 já foram invadidos
e pilhados, faltam dois, Síria e Irã.

Se
o false-flag vai ser com ou sem extraterrestre não sabemos, mas pelas
declarações do lobista, Israel vai criar algum atentado terrorista para depois
acusar o Irã. Preparem-se!

Em
fevereiro deste ano eu havia “cantado a pedra” sobre esta tática canalha e
covarde de Israel neste artigo, repare como tudo se encaixa:
Primeiro
os sionistas criam o atentado terrorista, depois usam a mídia corporativa para
divulgar toneladas de mentiras e desinformação para as massas, com isto
conseguem convencer a maioria de que Israel e EUA são as “vítimas” e os
muçulmanos são os “vilões”. Igualzinho como retratado nos filmes de Hollywood,
o cinema propositalmente age como um meio de propaganda pró-sionista para que
as pessoas associem terrorismo com islã/muçulmanos e EUA/Israel como os
“heróis” e “salvadores do mundo”.
Veja
esta propaganda financiada pelo lobby judaico nos EUA, onde espalharam cartazes
no metrô de Nova York convocando os estadunidenses a apoiarem Israel e combater
os “selvagens” muçulmanos.

E
enquanto o mundo está à beira do precipício, os Rothschild, Rockefeller,
Goldman, Lynch, Morgan, Warburg e demais famílias sionistas estão dando
risadas, planejando como governarão o planeta após a guerra.

Hoje
temos a internet, podemos pesquisar e analisar as notícias, portanto, o dia que
tudo o que foi exposto acontecer ninguém poderá dizer que não foi avisado!
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta