Apócrifo ou Fato? Fragmento de texto cristão indica que Jesus foi casado

A
descoberta de uma pesquisadora da Universidade de Harvard (EUA) pode ajudar a
esclarecer um dos aspectos mais controversos da vida de Jesus Cristo. Karen
King, especialista em religião, encontrou um papiro do século 4 da nossa era
cujo texto indica que Jesus Cristo foi casado.

O
texto foi apelidado de “Evangelho da esposa de Jesus”. A parte do
texto que chamou a atenção dos pesquisadores é a seguinte: “Então, Jesus
disse a eles: eis a minha esposa”, de acordo com a tradução feita do copta
(antigo idioma egípcio). “A tradição cristã sempre sustentou que Jesus não
era casado, embora não exista evidência histórica para respaldar essa
tese”, disse Karen durante uma palestra em Roma, nesta terça-feira.
Segundo
a pesquisadora de Harvard, “este novo evangelho não prova que Jesus era
casado, mas nos diz que toda questão surgiu apenas como parte dos intensos
debates sobre sexualidade e casamento. Desde o início, cristãos discordavam se
era melhor não casar, mas foi apenas mais de século depois da morte de Jesus que
começaram a recorrer à condição matrimonial dele para apoiar suas
posições.” De acordo com Karen, mostrar Jesus solteiro era uma maneira de
fortalecer as posições católicas sobre temas como o celibato.
O
fragmento tem oito linhas de texto de um lado e está muito danificado no verso,
com apenas três palavras e algumas letras visíveis. O dono do documento
procurou Karen em 2010, e na época ela duvidava da veracidade do fragmento do
papiro. A tese sobre Jesus ter sido casado ganhou fama com o livro “O
Código Da Vinci”, de Dan Brown.
Comentário
do blog:
O
fato de Jesus supostamente ser casado não muda em nada os laços da fé cristã,
isto ilustrará mais ainda a importância de construir uma família constituída entre
HOMEM E MULHER E FILHOS. Contudo, há muita informação em posse da igreja católica
que durante anos omitiu muitas informações e conteúdo da Palavra de Deus,
infelizmente isto é fato, porém, o que Deus não permitisse que retirassem das
escrituras é o “necessário” para conhecermos os desígnios de Deus e sua soberania.
Como
a própria reportagem apurou essa relação intima e pessoal de Jesus foi
investigada a fundo por pesquisadores, arqueólogos historiadores teólogos e
principalmente por  maçons como o Dan
Brown,  cuja a intenção foi provar que
Jesus não apenas era casado, mais também deixou um descendente  direto (Filho), como mostra o Filme
tendencioso  Código da Vinci.
Isto
é base para sustentar que possíveis descendentes de Jesus esta entre nós,
fazendo alusão de que eles poderão vir a tona e revindicar o seu legado messiânico,
ou seja, o Antimessias quando emergir poderá alegar ser Jesus Cristo ou algum
descendente dele, e as sociedades secretas apoiarão e convencerão o mundo de
que ele é filho de Deus, ou melhor dizendo  o Messias prometido.

Não
estou afirmando que Jesus era casado, apesar de a bíblia não dizer precisamente
e nem que tinha uma filha (o) tudo que ouvimos vem desse sistema a religioso
que tenta ridicularizar o cristianismo e fazer com que as pessoas percam
sua fé no verdadeiro Filho de Deus.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta