Protestos em Nova York contra reality show da NBC que tenta justificar a guerra

Uma
centena de cidadãos novayorquinos, acompanhados por sete prêmios Nobel da Paz,
pediram nesta segunda-feira o cancelamento de um programa da cadeia televisiva
NBC que tenta oferecer uma imagem positiva da guerra.
Dezenas
de ativistas se congregaram na segunda perante os estudios da NBC em Nova York,
EUA, para protestar contra o programa “Stars Earn Stripes” (Estrelas ganham
galões) que mostra celebridades realizando operaçẽos militares junto a membros
do Exército norteamericano.

O
programa tenta “glorificar a guerra e a violência armada”, manifestado numa
carta firmada pelos sete prêmios Nobel, entre eles o sulafricano Desmond Tutu,
bispo anglicano famoso por sua luta contra o apartheid.
Os
manifestantes, cujas cartazes diziam “A guerra não é um jogo” e “Vergonha da
NBC”, disseram que lhes resulta de mau gosto a emissão desse programa enquanto
militares de seu país vivem condições muito difíceis no Afeganistão e Iraque.
Entre
os presentes no protesto se encontrava Sarah Fuhro, mãe de um soldado
estadunidense e membro do grupo Military Families Speak Out, quem afirmou que seu
filho acaba de regressar de duas guerras reais no Iraque e Afeganistão e que
carrega o preço da guerra em seu corpo e seu coração.
Por
sua parte o grupo Grandmother Against the War (Avós contra a guerra) chamou a
produção da NBC de uma “abominação” que outorga glamour a guerra enquanto
morrem seus filhos em batalhas reais.
No
programa apresentado por Wesley Clark, antigo comandante das forças da
Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), participam o ator Dean Cain,
a ex-campeã olímpica de esqui Picabo Street, o marido da ex-governadora
republicana Sarah Palin, Todd Palin, além da boxeadora e filha da lenda do boxe
Mohamed Ali, Laila Ali.
Comentário
do blog:
Esses
programas belicistas têm como objetivo arregimentar jóvens ingênuos para se
alistarem nas forças armadas(principalmente os latinos), o mesmo foi feito no
cinema com filmes como Top Gun na década de 80. Tentam convencer a população
que a guerra é algo “muito nobre” e “necessária”.
Os
únicos que se beneficiam com as guerras são os políticos, bancos, corporações e
principalmente a indústria bélica.
Como
as emissoras de TV e jornais do mundo todo são controlados por
judeus-sionistas, nada mais óbvio em entender que esse programa surgiu de
mentes psicopatas, do mesmo naipe que existe em Israel.
Afinal
de contas, os que servem de bucha de canhão são sempre as massas de ignorantes,
nunca os filhos dos banqueiros.
Fonte e adendo: Blog Caminho Alternativo
Please follow and like us:

Você pode gostar também

One thought on “Protestos em Nova York contra reality show da NBC que tenta justificar a guerra”

Deixe uma resposta