Como manipular as imagens da Síria

por
MANUEL M. ALMEIDA
Pelo
que se vê, para alguns é certamente fácil: se tira uma foto distribuída por uma
agência de notícias que reflete uma cena cotidiana em alguma cidade Síria (se
puder com um bebê nos braços, melhor), pegue o Photoshop ou algum programa
similar de retoque fotográfico, desapareça com o fundo original e sustitua pelo
cenário de um bombardeio. E “voilà”, aqui temos uma cena dramática que dará a
volta ao mundo.

Fraude fabricada pelo jornal austríaco Kronen Zeitung sobre a Síria

A
tosca manipulação não é obra de nenhum grupo radical nem foi distribuida
através de fórums ou redes de Internet. Foi realizada e publicada, nada mais e
nada menos, que pelo ‘Kronen Zeitung‘, o jornal de maior tiragem da Áustria
(com uns 3 milhões de leitores diários), e com ela queria ‘ilustrar’ o
desespero dos habitantes de Alepo inmersos na guerra que destrói o país.
A
foto original foi tirada e distribuída no passado 26 de julho pela agência
European Pressphoto (EPA). A manipulação foi publicada dois dias depois.
Isso
sim, a fraude sim foi colocada em evidência, uma vez mais, na Rede. Para que
logo nos venham com isso de jornalismo ‘sério’ versus ‘os perigos’ da Internet
e ou mídia social.
Comentário
do blog:
Essa
é mais uma fraude criada pela mídia corporativa controlada pelo movimento
sionista. Foi alertado em um artigo que a mídia criaria mentiras e farta
manipulação da informação para demonizar a Síria e enganar as pessoas.
Vale
lembrar que a mesma tática foi feita na Líbia, as emissoras de TV e Jornais
agora ATUAM ATIVAMENTE na guerra, como um exército midiático. Por este motivo,
todas as concessões de TV DEVEM ser cassadas imediatamene, pois usam a
concessão pública para enganar a população à favor de interesses financeiros de
banqueiros e corporações nazi-sionistas em países do Oriente Médio.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta