Relato de um insider revela pontualmente os planos da Nova Ordem Mundial. Confira o que já aconteceu e o que está por acontecer

Planos da NWO expostos por Insider em 28 de dezembro de 1969
por Wemustknow.koen
Traduzido por Iara de Lorenzo

Esta é uma transcrição de duas das três fitas sobre o “Sistema do Novo
Mundo.” As gravações 1 e 2 foram registradas em 1988 e são as
recordações do Dr. Lawrence Dunegan a respeito de uma palestra que ele
assistiu em 20 de março de 1969, em uma reunião em Pittsburgh, da
Sociedade de Pediatria.


O palestrante desse grupo de pediatras (identificado na fita três
gravada em 1991) foi o Dr. Richard Day (que morreu em 1989). Na época,
Dr. Day foi professor de pediatria no Mount Sinai Medical School, em
Nova York. Anteriormente, ele havia servido como Diretor Médico da
Planned Parenthood Federation of America.


 

Dr. Dunegan era ex-aluno do Dr. Day da Universidade de Pittsburgh e
estava bem familiarizado com ele, embora não intimamente. Ele descreve o
Dr. Day como um “insider” da “Ordem” e embora a memória do Dr. Dunegan
foi um pouco ofuscada pelo passar dos anos, ele é capaz de fornecer
detalhes suficientes da palestra para permitir que qualquer pessoa
esclarecida a discernir os verdadeiros propósitos por trás das
tendências do nosso tempo. Esta é uma transcrição de um monólogo,
conversa solta, que é melhor ouvir do que ler. “

New World System

 

As transcrições das fitas 1 e 2 Tape têm sido muito ligeiramente
editadas para remover maneirismos verbais e para melhorar a
legibilidade. A transcrição original, não editada, pode ser encontrada
usando o seguinte link http://100777.com/node/19 
A Fita 3 é uma entrevista de Randy Engel, diretor da Coalizão dos EUA
para a Vida, com o Dr. Larry Dunegan e foi gravada em 10 de outubro de
1991, em Pittsburgh, Pensilvânia. Este conjunto de três fitas de áudio
podem ser encomendadas a partir do Fórum Florida Pro-família, PO Box
1059, Highland City, FL 33846-1059 ($ 20.00).

ÍNDICE:

-HÁ UM PODER, UMA FORÇA OU UM GRUPO DE HOMENS ORGANIZADANDO E DIRECIONANDO AS MUDANÇAS?

-TUDO ESTÁ NO SEU DEVIDO LUGAR E AGORA NINGUÉM PODE NOS DETER. -AS PESSOAS TERÃO QUE SE ACOSTUMAR COM AS MUDANÇAS.

-O REAL E AS METAS ESTABELECIDAS

-CONTROLE DA POPULAÇÃO

-PERMISSÃO PARA TER FILHOS

-REDIRECIONAR O PROPÓSITO DO SEXO

-CONTRACEPTIVOS UNIVERSALMENTE DISPONÍVEIS PARA TODOS

-EDUCAÇÃO SEXUAL COMO FERRAMENTA DO GOVERNO MUNDIAL

(…)

-TECNOLOGIA

-DIMINUIR A IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA

-EUTANÁSIA E A “PÍLULA DA MORTE”

-LIMITAÇÃO DO ACESSO À MEDICINA

-PLANEJAMENTO DO CONTROLE SOBRE A MEDICINA

-ELIMINAÇÃO DE MÉDICOS PARTICULARES

-NOVAS DOENÇAS DIFÍCEIS DE DIAGNOSTICAR E DE TRATAR

-SUPRESSÃO DA CURA DO CÂNCER COMO UM MEIO DE CONTROLE POPULACIONAL

-INDUZIR ATAQUES DO CORAÇÃO COMO FORMA DE ASSASSINATO

-EDUCAÇÃO COMO FERRAMENTA PARA ACELERAR O INÍCIO DA PUBERDADE E DA EVOLUÇÃO

-MISTURAR TODAS AS RELIGIÕES, AS VELHAS RELIGIÕES TERÃO DE DESAPARECER

-SUBSTITUIÇÃO DA BÍBLIA ATRAVÉS DE REVISÕES DE PALAVRAS-CHAVE

-AS IGREJAS NOS AJUDARÃO

-REESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO COMO FERRAMENTA DE DOUTRINAÇÃO

-MAIS TEMPO NA ESCOLA, MAS NÃO IRÃO APRENDER NADA

-CONTROLE DE QUEM TEM ACESSO À INFORMAÇÃO

-ESCOLAS COMO O CENTRO DA COMUNIDADE

-ALGUNS LIVROS SIMPLESMENTE DESAPARECERÃO DAS BIBLIOTECAS

-MUDAR AS LEIS

-INCENTIVO AO ABUSO DE DROGAS PARA CRIAR UMA ATMOSFERA SELVAGEM

-ABUSO DE ÁLCOOL

-RESTRIÇÕES ÀS VIAGENS

-NECESSIDADE DE MAIS PRISÕES, E USAR HOSPITAIS COMO PRISÕES

-AUSÊNCIA DE SEGURANÇA

-CRIME USADO PARA GERENCIAR A SOCIEDADE

-REDUÇÃO DA PREEMICÊNCIA INDUSTRIAL AMERICANA

-MUDAR POPULAÇÕES E ECONOMIAS – ARRANCANDO AS RAÍZES SOCIAIS

-O ESPORTE COMO FERRAMENTA DE MUDANÇA SOCIAL

-SEXO E VIOLÊNCIA INCUTIDOS ATRAVÉS DO ENTRETENIMENTO

-RESTRIÇÕES DE VIAGEM E IMPLANTES DE IDENTIFICAÇÃO

-CONTROLE DE ALIMENTOS

-CONTROLE DO CLIMA

-SABER COMO AS PESSOAS REAGEM – FAZENDO COM QUE FAÇAM O QUE VOCÊ QUER

-FALSIFICAR INVESTIGAÇÕES CIENTÍFICAS

-TERRORISMO

-CONTROLE FINANCEIRO

-VIGILÂNCIA, IMPLANTES, E TELEVISÕES QUE TE VIGIAM

-CASA PROPRIA – COISA DO PASSADO

-A CHEGADA DO SISTEMA TOTALITÁRIO GLOBAL


HÁ UM PODER, UMA FORÇA OU UM GRUPO DE HOMENS ORGANIZADANDO E DIRECIONANDO AS MUDANÇAS?

Houve muita coisa escrita, e muito foi dito por algumas pessoas que
analisaram todas as mudanças que ocorreram na sociedade americana nos
últimos 20 anos ou mais, e que têm olhado retrospectivamente na história
dos Estados Unidos, e de fato, do mundo, e chegou à conclusão de que há
uma conspiração que influencia, de fato, controla os maiores eventos
históricos, não só nos Estados Unidos, mas também em todo o mundo. Esta
interpretação conspiratória da história é baseada em pessoas fazendo
observações a partir de fora, reunindo provas e concluindo que do lado
de fora vêem uma conspiração. As suas provas e conclusões são baseadas
em provas recolhidas em retrospecto. Quero agora descrever o que eu ouvi
de um alto-falante em 1969, que em algumas semanas será agora 20 anos
atrás.

O orador não falou em termos de retrospectiva, mas sim previu as
mudanças que seriam trazidas no futuro. O orador não estava olhando de
fora para dentro, achando que ele previu uma conspiração, ao contrário,
ele estava do lado de dentro, admitindo que, de fato, havia um poder
organizado, força, grupo de homens, que exercia influência suficiente
para determinar os principais eventos que envolvem países ao redor do
mundo.

Além disso, ele previu, ou melhor, ele expôs, alterações que foram
planejadas para o resto deste século. Enquanto você escuta, se você
recordar a situação, pelo menos nos Estados Unidos em 1969 e os anos
depois, e depois recupera os tipos de mudanças que ocorreram até agora,
quase 20 anos depois, eu acredito que você vai ficar impressionado com o
grau em que as coisas que foram planejadas já foram cumpridas. Algumas
das coisas que foram discutidas não se destinavam a ser realizadas ainda
em 1988. [Nota: o ano da gravação], mas se destinam a ser realizadas
antes do final deste século.

Existe um calendário; e foi durante esta sessão que alguns dos elementos
do calendário foram trazidos para fora. Qualquer um que recordar dos
dias da campanha de Kennedy, quando ele falou do progresso na década dos
anos 60 “: Isso era uma espécie de clichê, naqueles dias -” a década
dos anos 60 “Bem, em 1969, nosso palestrante estava falando da década de
70, a década de 80, e da década de 90. Antes disso, eu não me lembro de
alguém dizendo “a década dos anos 40 e a década de 50. Então eu acho
que este plano geral e o calendário tomou forma importante, com mais
previsibilidade para aqueles que o controlam, em algum momento no final
dos anos 50. Isso é especulação de minha parte.

Em qualquer caso, o orador disse que seu propósito era para nos informar
sobre as mudanças que seriam trazidas nos próximos 30 anos ou mais, de
modo que um sistema inteiramente novo no mundo inteiro estaria em
funcionamento antes da virada do século. Como ele disse, “Nós planejamos
entrar no século 21 com um início de execução.”[Grifo nosso]

TUDO ESTÁ NO LUGAR E NINGUÉM PODE NOS DETER AGORA

Ele disse, enquanto ouvíamos o que ele estava prestes a apresentar,
“Alguns de vocês vão pensar que eu estou falando sobre o comunismo. Bem,
o que eu estou falando é muito maior do que o comunismo! “Naquela
época, ele indicou que há muito mais cooperação entre o Oriente e o
Ocidente do que a maioria das pessoas imagina. Nas suas observações
introdutórias, ele comentou que ele estava livre para falar naquele
momento. Ele não poderia dizer o que ele estava prestes a dizer, até
mesmo alguns anos antes. Mas ele estava livre para falar neste momento,
porque agora, e eu estou citando aqui, “está tudo no lugar e ninguém
pode nos deter agora.”

Ele
passou a dizer que a maioria das pessoas não entende como os governos
funcionam e até mesmo pessoas em altos cargos nos governos, incluindo o
nosso, realmente não entende como e onde as decisões são tomadas. Ele
passou a dizer que as pessoas que realmente influenciam as decisões são
nomes que para a maior parte de nós seria familiar, mas ele não usaria
nomes dos indivíduos ou nomes de qualquer organização específica. Mas
que, se o fizesse, a maioria seria de nomes que seriam reconhecidos pela
maior parte de sua audiência. Ele passou a dizer que eles não eram,
sobretudo, pessoas em cargos públicos, mas pessoas de destaque que foram
principalmente conhecidas em suas ocupações particulares ou posições
particulares.

O palestrante foi o Dr. Richard Day, um médico e ex-professor de uma
grande universidade do Leste, e ele estava se dirigindo a um grupo de
médicos, cerca de 80 em número. Seu nome não poderia ser reconhecido por
qualquer pessoa susceptível de ouvir isso. O único propósito em gravar
isto é para dar uma perspectiva para aqueles que ouvirem em relação às
mudanças que já foram realizadas nos últimos 20 anos ou mais, e uma
pré-visualização sobre o que, pelo menos algumas pessoas, estão
planejando para o restante deste século, para que eles possam entrar no
século 21 com um começo de vôo. Alguns de nós não pode entrar nesse
século.

Seu propósito em contar ao nosso grupo sobre estas mudanças que deveriam
ser trazidas foi torná-las mais fáceis para nos adaptar a essas
mudanças. De fato, como ele disse com bastante precisão “, que haveria
mudanças que seriam muito surpreendentes, e em alguns aspectos difíceis
para as pessoas aceitarem”, e ele esperava que nós, como uma espécie de
seus amigos, faríamos a adaptação mais facilmente se soubéssemos
um pouco, de antemão, o que esperar.

AS PESSOAS TERÃO QUE SE ACOSTUMAR À MUDANÇA

Em algum lugar nas observações introdutórias, ele insistiu que ninguém
tivesse um gravador de fita e que ninguém tomasse notas, o que, para um
professor, era notável de se esperar de uma audiência. Algo em seus
comentários sugeriu que poderia haver repercussões negativas contra ele,
acaso se tornasse amplamente conhecido que, de fato, ele tinha
derramado o feijão, por assim dizer.

Quando eu ouvi pela primeira vez, pensei que talvez fosse uma espécie de
viagem de ego, alguém querendo aumentar sua própria importância. Mas,
com as revelações se desenrolando, eu comecei a entender por que ele
poderia ter tido alguma preocupação em não tornar conhecido o que foi
dito, embora este fosse um fórum bastante público, onde ele estava
falando. No entanto, ele pediu que não fossem anotadas observações, sem
uso de gravação.

Foi sugerido que poderia haver algum perigo pessoal para si mesmo se
estas revelações fossem amplamente divulgadas. Novamente, quando as
observações começaram a se desdobrar, e ouvi as coisas odiosas que foram
ditas, eu marquei um ponto para tentar lembrar muito do que ele disse,
de modo que pudesse associar minhas lembranças de eventos simples em
torno de mim para ajudar minha memória no futuro, acaso eu quisesse
fazer o que eu estou fazendo agora – esta gravação.

Eu também queria tentar manter uma perspectiva sobre o que estaria se
desenvolvendo, se de fato, seguiria o padrão previsto – o que está!
Neste ponto, de modo que eu não esqueça de incluí-lo mais tarde, eu só
vou incluir algumas afirmações que foram feitas ao longo do tempo em
toda a apresentação. Uma das declarações tem a ver com a mudança. A
declaração foi: “As pessoas terão que se acostumar com a idéia de
mudança, tão acostumadas a mudar, que vão estar esperando a mudança.
Nada vai ser permanente.”Isso muitas vezes apareceu no contexto de uma
sociedade onde as pessoas pareciam não ter raízes ou amarrações, mas
seriam passivamente dispostas a aceitar a mudança, simplesmente porque
era só o que conheciam.

Esta era uma espécie de…, em contraste com gerações de pessoas até
este momento, em que você espera que as coisas sejam de uma certa forma,
e permanece no local como ponto de referência para sua vida.

Assim,
a mudança deveria ser provocada, a mudança era para ser antecipada e
esperada, e aceita, sem perguntas. Outra observação que foi feita, de
tempo em tempo, durante a apresentação era. “As pessoas são muito
confiantes, as pessoas não fazem as perguntas certas.” Às vezes, ser
demasiado confiante foi igualado a ser burro demais. Mas às vezes quando
ele dizia que “As pessoas não fazem as perguntas certas”, era quase com
uma sensação de pesar, como se ele estivesse apreensivo com aquilo que
ele fazia parte, e desejasse que as pessoas contestassem isso e talvez
não fossem tão confiantes.

O REAL E AS METAS ESTABELECIDAS


Outro comentário que se repetiu ao longo do tempo, particularmente em
relação às mudanças das leis e costumes era: “Tudo tem dois propósitos.
Um deles é o propósito ostensivo que irá torná-lo aceitável para as
pessoas e o segundo é a verdadeira finalidade de promover os objetivos
da criação do novo sistema. Frequentemente ele dizia: “Não há outra
maneira, não há outra maneira, não há outra maneira!” Isto parecia vir
como uma espécie de um pedido de desculpas, especialmente na conclusão
de descrever algumas mudanças especialmente ofensivas. Por exemplo, a
promoção do vício em drogas que nós vamos falar mais tarde.


CONTROLE DA POPULAÇÃO

Ele era muito ativo junto a grupos de controle populacional, o movimento
de controle populacional e controle da população era realmente o ponto
de entrada em detalhes após a introdução. Ele disse que a população está
crescendo muito rápido. Número de pessoas que vivem no planeta deve ser
limitada ou vamos ficar sem espaço para viver. Nós vamos superar nossa
fonte de alimento e irá poluir o mundo com nossos resíduos.

PERMISSÃO PARA TER FILHOS


As pessoas não serão autorizadas a ter filhos só porque elas querem, ou
porque são descuidadas. A maioria das famílias será limitada a dois. A
algumas pessoas seria permitido apenas um, no entanto as pessoas em
circulação podem ser selecionadas e autorizadas a ter três. Mas a
maioria das pessoas seria permitido ter apenas dois bebês.Isso porque a
taxa de crescimento zero da população é de 2,1 filhos por família
concluída. Portanto, algo como a cada 10 famílias, uma pode ser
permitida o privilégio do terceiro bebê. Para mim, até este ponto, de
controle populacional “a conotação principal das palavras era a
limitação do número de bebês para nascer.

Mas esta observação sobre o que seria “permitido” às pessoas e depois o
que se seguiu, deixou bem claro que quando você ouve “controle
populacional”, significa mais do que simplesmente controlar os
nascimentos. Isso significa o emprego de todos os esforços para o
controle da população do mundo inteiro, um significado muito mais amplo a
este termo que eu nunca tinha ligado a ele antes de ouvir isso.
Conforme você ouve e reflete sobre algumas das coisas que você ouve,
você começará a reconhecer como um aspecto se encaixa com outros
aspectos em termos de controlar os esforços humanos.

REDIRECIONANDO O PROPÓSITO DO SEXO

Bem, para controle da população, o próximo passo natural, em seguida,
foi o sexo. Ele disse que o sexo deve ser separado da reprodução. O sexo
é muito prazeroso, e os estímulos são fortes demais, para esperar que
as pessoas desistam dele. Produtos químicos nos alimentos e no
abastecimento de água para reduzir o desejo sexual não são práticos. A
estratégia seria, então, não diminuir a atividade sexual, mas aumentar a
atividade sexual, mas de tal forma, que as pessoas não vão ter bebês.



CONTRACEPÇÃO UNIVERSALMENTE DISPONÍVEL PARA TODOS

A primeira consideração aqui era a contracepção. Contracepção seria
muito fortemente incentivada, e seria ligada intimamente na mente das
pessoas com o sexo. Elas pensariam automaticamente em contracepção
quando estivessem pensando ou se preparando para sexo e contracepção
seria disponível universalmente. Contraceptivos seriam exibidos muito
mais proeminentemente em lojas, drogarias, até com cigarros e chicletes.
A céu aberto, ao invés de escondido, sob o balcão, onde as pessoas têm
que perguntar para eles e talvez se envergonhem. Este tipo de abertura
era uma maneira de sugerir que os contraceptivos são tanto uma parte da
vida como quaisquer outros itens vendidos na loja. Contraceptivos seriam
anunciados e também distribuídos nas escolas em associação com a
educação sexual!


EDUCAÇÃO SEXUAL COMO FERRAMENTA DO GOVERNO MUNDIAL

 
A educação
sexual era para fazer com que crianças se interessem cedo, fazendo a
conexão entre o sexo e a necessidade de contracepção no início de suas
vidas, mesmo antes que se tornem muito ativos. Neste momento, eu estava
lembrando alguns dos meus professores, especialmente no colégio, e achei
totalmente inacreditável que eles concordariam, muito menos a
participassem na distribuição de contraceptivos aos alunos. Mas, isso
apenas reflete a minha falta de compreensão de como estas pessoas
operam. Isso foi antes de os programas baseados na escola clínica
começarem. Muitas cidades nos Estados Unidos por esta hora já estão
configuradas com base nas escolas clínicas, que são principalmente
contracepção, controle de natalidade, clínicas de controle populacional.
A idéia é que a conexão entre sexo e contracepção, apresentados e
reforçados na escola, iria transitar para o casamento. Na verdade, se os
jovens, quando eles amadurecerem, decidirem se casar, o casamento em si
seria diminuído em importância. Ele indicou algum reconhecimento de que
a maioria das pessoas provavelmente iria querer se casar, mas isso
certamente não seria considerado mais necessário para a atividade
sexual.
(…)

LIBERDADE DA HOMOSSEXUALIDADE

“As pessoas terão permissão para ser homossexual”, que é a maneira que
foi dito. Eles não terão que esconder isso. Além disso, os idosos serão
incentivados a continuar a ter vida sexual ativa em idades muito
avançadas, tão longo quanto possível. A todo mundo vai ser dada
permissão para ter sexo, para desfrutar da forma que quiserem. Vale
qualquer coisa. Esta é a maneira que foi colocado. Além disso, lembro-me
de ter pensado: “Como é arrogante este indivíduo, ou quem ele
representa, para achar que eles podem dar ou retirar a permissão para
que as pessoas façam as coisas!” Mas esso foi a terminologia que foi
utilizada. A este respeito, a roupa foi mencionada. Estilos de roupas
seriam feitas mais estimulantes e provocadoras. Já em 1969 foi a vez da
mini-saia, quando essas saias mini-eram muito, muito curtas e muito
reveladoras. Ele disse: “Não é apenas a quantidade de pele que é exposta
que faz roupas sexualmente sedutoras, mas outras coisas mais sutis são
muitas vezes sugestivas.”

Coisas como movimento, e o corte da roupa, e o tipo de tecido, o
posicionamento de acessórios na roupa. “Se uma mulher tem um corpo
atraente, por que não mostrá-lo?” Foi uma das declarações. Não havia
detalhes sobre o que se entende por “roupas provocantes”, mas desde
então se você assistiu à mudança de estilos de roupas, jeans são
cortados de uma maneira que eles estão mais apertados na virilha. Eles
formam rugas. Rugas são essencialmente setas. Linhas que dão uma visão
direta para certas áreas anatômicas. Isso foi na época do “queimar o
sutiã ‘. Ele indicou que muitas mulheres não devem sair sem sutiã. Elas
precisam de um sutiã para ser atraente, então, ao invés de proibir
sutiãs e queimá-los, sutiãs voltaria. Mas eles seriam mais finos e
macios permitindo o movimento mais natural. Não foi especificado em
contrário, mas, certamente, um sutiã muito fino é muito mais revelador
do mamilo e o que mais está por baixo, do que os sutiãs mais pesados
​​que estavam em grande estilo até aquele momento.

TECNOLOGIA

Antes, ele disse que sexo e reprodução seriam separados. Você faria sexo
sem reprodução e, em seguida, a tecnologia seria usada para a
reprodução sem sexo. Isto seria feito no laboratório. Ele indicou que já
havia muita pesquisa, muito estava em curso sobre fazer bebês em
laboratório. Houve alguma elaboração sobre isso, mas eu não me lembro
dos detalhes. Muito da tecnologia veio à minha atenção desde aquela
época. Não me lembro de uma maneira que eu consiga distinguir o que foi
dito do que eu posteriormente aprendi como informação médica geral.

DIMINUIÇÃO DA IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA

As famílias seriam limitadas em tamanho. Nós já aludimos à ausência de
permissão para mais de dois filhos. O divórcio seria mais fácil e mais
prevalente. A maioria das pessoas que se casam vão se casar mais de uma
vez. Mais pessoas não irão se casar. Pessoas solteiras se hospedarão em
hotéis e até mesmo viverão juntas. Isso seria muito comum – ninguém
sequer fazer perguntas sobre isso. Seria amplamente aceito como não
diferente de pessoas casadas de estarem juntas.

Mais mulheres trabalharão fora de casa. Mais homens serão transferidos
para outras cidades e em seus trabalhos, os homens iriam viajar mais.
Portanto, seria mais difícil para as famílias ficarem juntas. Isso tende
a tornar o relacionamento conjugal menos estável e, portanto, tendem a
tornar as pessoas menos dispostas a ter filhos. Menos famílias extensas e
mais remotas. 

Viajar seria mais fácil, menos caro, por um tempo, para que as pessoas
que tivessem que viajar sentissem que poderiam voltar para suas
famílias, não que eles estavam sendo abruptamente retirados de suas
famílias. Mas um dos efeitos líquidos das leis de divórcio, combinados
com a promoção de viagens, e as famílias, a transferência de uma cidade
para outra, foi a de criar instabilidade nas famílias.

Se ambos, marido e esposa, estão trabalhando e um parceiro é
transferido, o outro não pode ser facilmente transferido. Logo, ele ou
ela fica pra trás ou então larga o trabalho e assume os riscos de não
encontrar emprego no novo local. De qualquer jeito, é uma abordagem
diabólica para essa coisa toda!

EUTANÁSIA E A PÍLULA DA MORTE

Todo mundo tem o direito de viver só pelo tempo que for. Os velhos já
não são úteis. Eles se tornam um fardo. Você deve estar pronto para
aceitar a morte. A maioria das pessoas. Um limite de idade arbitrário
pode ser estabelecido. Afinal, você tem direito a jantares, tantos
orgasmos, e tantos prazeres bons da vida. Depois de ter tido um número
suficiente deles e você não for mais produtivo, trabalhando e
contribuindo, então você deve estar pronto para por-se de lado em prol
da próxima geração.

Algumas coisas ajudam as pessoas a perceberem que elas viveram o
suficiente, ele mencionou vários delas. Não me lembro de todos elas, mas
aqui estão algumas: o uso de tinta de impressão muito pálido sobre os
formulários necessárias para as pessoas preencherem. As pessoas mais
velhas não seriam capazes de ler a tinta pálida tão facilmente e
precisariam da ajuda dos mais jovens. Padrões de tráfego de automóveis,
não haveria mais faixas de tráfego de alta velocidade que os idosos com
seus reflexos mais lentos teriam dificuldade para lidar e, portanto,
perderia parte de sua independência.

LIMITANDO O ACESSO À MEDICINA

Um item grande que foi elaborado durante algum tempo foi o custo da
assistência médica, que seria onerosamente alto. Assistência médica
seria ligada muito de perto com o próprio trabalho, mas também teria um
custo muito, muito alto, para que ele simplesmente não ficasse
disponível para as pessoas além de um certo tempo. A menos que eles
tenham uma família extremamente rica, apoiando, eles vão ter que ficar
sem cuidado.

E a idéia era que, se todo mundo disser: “Chega! Que fardo sobre os
jovens para tentar manter as pessoas idosas “, em seguida, o jovem iria
concordar em ajudar a mãe e o pai a fazer a passagem, desde que iste
fosse feito de forma humana e com dignidade. Em seguida, o exemplo era –
não podia ser um bom, festa de despedida, uma verdadeira celebração.
Mamãe e papai tinham feito um bom trabalho. Em seguida, após a festa
acabar, tomam a “pílula da morte”.


PLANEJAMENTO DE CONTROLE SOBRE A MEDICINA

O próximo tópico é Medicina. Não haveria mudanças profundas na prática
da medicina. Em geral, a medicina seria muito mais bem controlada. A
observação que foi feita em 1969 é que, “O Congresso não prosseguirá com
o programa nacional de saúde, é agora, mais que evidente. Mas não é
necessário, nós temos outras maneiras de controlar os cuidados de saúde
“. Este viria de forma mais gradual, mas todo o serviço de saúde está
sob controle apertado.

Assistência médica estaria intimamente ligada ao trabalho. Se você não
trabalha ou não pode trabalhar, você não terá acesso a cuidados médicos.
Os dias de hospitais oferecendo atendimento gratuito, gradualmente,
iriam escada abaixo, até se tornar praticamente inexistente. Os custos
seriam forçados a fim de que as pessoas não fossem capazes de se dar ao
luxo de ficar sem plano de saúde. As pessoas pagam por isso, você tem
direito a ele. Foi só depois que eu comecei a perceber até que ponto
você não estaria pagando por isso. O atendimento médico seria pago por
outros. Portanto, você iria aceitar com gratidão, de joelhos, o que foi
oferecido a você como um privilégio.

O seu papel de ser
responsável pelo seu próprio cuidado seria diminuído. Como qualquer
apartado aqui, isso não é algo que foi desenvolvido naquela época, eu
não entendi na hora que era um aparte. A forma como isto funciona, todo
mundo faz um plano de saúde, e se você não tem, então você deve pagar
diretamente; o custo de seu tratamento é enorme.

A operadora de planos de saúde, no entanto, paga pelo seu cuidado, mas
não paga a mesma quantia. Se você é cobrado, digamos, US $ 600 para o
uso de uma sala de operação, a operadora não paga R $ 600; ela paga
apenas R $ 300 ou $ 400. Esse diferencial de faturamento tem o efeito
desejado: Ele permite que a operadora pague por aquilo que você nunca
poderia pagar. Eles recebem um desconto que é indisponível para você.
Quando você vê a sua conta, você é grato que a operadora de saúde pode
fazer isso. E desta forma você é dependente, e praticamente obrigado a
ter plano de saúde.

O faturamento conjunto é fraudulento. O acesso aos hospitais seria
rigidamente controlado e a identificação seria necessária para entrar no
edifício. A segurança dentro e em torno dos hospitais seria
estabelecida e gradualmente aumentada de forma que ninguém sem
identificação possa entrar ou se movimentar dentro do edifício.

Roubo de equipamentos hospitalares, coisas como máquinas de escrever e
microscópios e assim por diante seria “permitido” e exagerado; relatos
de que seria exagerado para que esta fosse a desculpa necessária para
estabelecer a necessidade de segurança rigorosa até que as pessoas se
acostumassem a ela.

Qualquer um que se desloque num hospital seria obrigado a usar um crachá
de identificação com foto e dizendo por que ele estava lá, funcionário
ou técnico de laboratório ou visitante ou o que quer. Isso é para ser
levado adiante gradualmente, deixando todo mundo acostumado com a idéia
de se identificar – até que foi apenas aceito. Esta necessidade de
identificação para se mover iria começar em pequenas formas: hospitais,
algumas empresas, mas gradualmente expandir para incluir em todos os
lugares!Observou-se que os hospitais podem ser usados para confinar as
pessoas e para o tratamento de criminosos. Isso não significa,
necessariamente, o tratamento médico.

Naquela época eu não conhecia o termo “Psicose Prison” (Prisão
Psiquiátrica), da União Soviética, mas, sem tentar recordar todos os
detalhes, basicamente, ele estava descrevendo o uso de hospitais, tanto
para tratar os doentes, como para o confinamento de criminosos por
outras razões que o bem-estar médico do criminoso. A definição de
criminoso não foi dada.

ELIMINAÇÃO DE MÉDICOS PARTICULARES

A imagem do médico iria mudar. Já não seria visto como um profissional
particular em serviço para pacientes particulares. O médico viria a ser
gradualmente reconhecido como um técnico altamente qualificado – e seu
trabalho iria mudar. O trabalho é incluir coisas como as execuções por
injeção letal. A imagem do médico ser uma pessoa, poderosa e
independente teria de ser alterada. 


Ele passou a dizer: “Os médicos estão fazendo dinheiro demais. Eles
devem fazer anúncios como qualquer outro produto. “Os advogados teriam
que fazer publicidade também. Tenha em mente que esta era uma platéia de
médicos, sendo falada por um médico. E era interessante que ele iria
fazer algumas declarações bastante ofensivas para o seu público, sem
medo de contrariar-nos.

O praticante solitário se tornaria uma coisa do passado. Aos poucos os
die-hards (pró-vida) podem tentar resistir, mas a maioria dos médicos
seriam utilizados por uma instituição de um tipo ou de outro. A prática
de grupo seria incentivada, as empresas seriam incentivadas,em seguida,
uma vez que a imagem corporativa da assistência médica tornou-se
gradualmente mais e mais aceitável, os médicos cada vez mais tornam-se
funcionários, em vez de contratantes independentes. 


Junto a isso, é claro, de forma não declarada, mas necessária, está a
idéia de que o empregado que serve a seu empregador, e não ao paciente.
Então, nós já vimos um monte disso nos últimos 20 anos. E,
aparentemente, há mais no horizonte. O termo HMO não foi utilizado na
época, mas conforme você olha para HMO você vê que este é o caminho que a
assistência médica está sendo retomada, pois a abordagem do Seguro
Nacional de Saúde não passa no Congresso.

Alguns médicos obstinados podem tentar manter-se na prática individual,
mantendo-se independente, mas sofreria uma grande perda de renda. Eles
seriam capazes de chegar perto, talvez, mas nunca realmente conseguir
viver confortavelmente como aqueles que estão dispostos a se tornar
funcionários do sistema.

Em última análise, não haveria qualquer espaço para o praticante individual depois que o sistema estiver consolidado.



NOVAS DOENÇAS DIFÍCIEIS DE DIAGNOSTICAR E INTRATÁVEIS

O próximo título a falar é sobre Saúde e Doença. Ele disse que haveria
novas doenças que apareceriam que nunca tinham sido vistas antes. Seria
muito difícil de diagnosticar e seriam intratáveis – pelo menos por um
longo tempo. Nenhuma elaboração foi feita sobre isso, mas eu me lembro,
não muito depois de ouvir esta apresentação, quando tive um diagnóstico
intrigante, eu estava perguntando: “É este um caso de que ele estava
falando?” Alguns anos mais tarde desenvolveu-se a AIDS . Eu acho que a
AIDS era pelo menos um exemplo do que ele estava falando. Agora penso
que provavelmente a AIDS é uma doença fabricada.

SUPRIMINDO A CURA DO CÂNCER COMO UM MEIO DE CONTROLE POPULACIONAL

Câncer. Ele disse. “Nós podemos curar quase qualquer câncer agora mesmo!
A informação está num arquivo do Instituto Rockefeller, se ele decidir
que deve ser liberada. Mas considere – se as pessoas pararem de morrer
de câncer, como rapidamente nos tornaríamos superpovoados. Você pode
também morrer de câncer como de outra coisa. “Os esforços para o
tratamento do câncer seriam mais orientados para o conforto do que para a
cura.

Houve algumas declarações de que a cura do câncer, que
estava escondida no Instituto Rockefeller, viria à luz porque os
pesquisadores independentes podem fazê-lo, apesar desses esforços para
reprimi-los. Mas pelo menos por enquanto, deixar as pessoas morrerem de
câncer era uma boa coisa a fazer, porque iria abrandar o problema da
superpopulação.

INDUTOR DE INFARTO DO CORAÇÃO COMO FORMA DE ASSASSINATO


Outra coisa muito interessante foi os ataques cardíacos. Ele disse: “Há
agora uma maneira de simular um ataque cardíaco real. Ele pode ser usado
como meio de assassinato. “Apenas um patologista muito hábil que saiba
exatamente o que procurar em uma autópsia, poderia distinguir esta da
coisa da real.

Eu pensei que era uma coisa muito surpreendente e chocante ouvir isso
deste homem em particular naquele momento particular. Isso, e os
negócios da cura do câncer, realmente ainda se destacam nitidamente na
minha memória, porque eles eram tão chocantes e, naquele momento,
pareceu-me fora do personagem. Ele então passou a falar sobre nutrição e
uma espécia de exercício no mesmo quadro. As pessoas teriam que comer
direito e exercer o direito de viver tanto tempo quanto antes. A maioria
não irá.

Na alimentação, não houve indicação específica que
pude recordar os nutrientes em particular que seriam inadequados ou em
excesso. Em retrospectiva, eu tendo a pensar que ele quis dizer dietas
elevadas de sal e dietas ricas em gordura predispõem para pressão alta e
doenças cardíacas prematuras ateroscleróticas. E que se as pessoas que
estavam muito burras ou muito preguiçosas para se exercitar como
deveriam, em seguida, suas gorduras circulantes subiriam e ficariam
predispostas à doença.

Ele também disse algo sobre informações de dietas que seriam amplamente
disponíveis, mas a maioria das pessoas, principalmente as pessoas
estúpidas, que não tinham direito de continuar a viver de qualquer
maneira, iriam ignorar o conselho e continuar a comer o que era
conveniente e gostoso. Foram algumas outras coisas desagradáveis que ele
disse sobre os alimentos. Eu só não consigo lembrar o que eram. Maseu
me lembro de ter reflexos sobre querer plantar um jardim no quintal para
contornar qualquer desses alimentos que seriam contaminados. Lamento
não me lembro os detalhes sobre alimentação e nutrição perigosos.

No que diz respeito ao exercício, ele passou a dizer que mais e mais
pessoas se exercitariam mais, especialmente correndo, porque todo mundo
pode correr. Você não precisa de nenhum equipamento especial ou lugar.
Você pode executar em qualquer lugar. Como ele disse. “As pessoas vão
estar correndo em todo o lugar.” E nesse sentido, ele apontou como fonte
produz demanda. E isso foi em referência à roupa atlética e
equipamentos.

Como isso seria feito mais amplamente disponível e glamourizada,
particularmente no que diz respeito ao tênis, isso estimularia as
pessoas a desenvolver um interesse em correr como parte de uma espécie
inteira de campanha de propaganda pública. As pessoas seriam
incentivadas, em seguida, a comprar o equipamento desportivo e atraente
para entrar em exercício. Em conexão com a nutrição que ele também
mencionou que locais públicos alimentares iriam aumentar rapidamente.
Que isto tinha uma ligação com a família também.

Com mais e mais pessoas comendo fora, comer em casa se tornaria menos
importante. As pessoas seriam menos dependentes de suas cozinhas em
casa. E então isto também está ligado aos alimentos de conveniência que
estão sendo amplamente divulgados – coisas que você pode fazer no
microondas. Refeições inteiras estariam disponíveis pré-prontas. E é
claro que temos visto isso agora. Mas esta abordagem totalmente
diferente para comer fora e refeições preparadas previamente sendo
comidas em casa foi prevista na época para ser realizada. Os alimentos
de conveniência seriam parte dos perigos.

Qualquer um que seja preguiçoso o suficiente para querer os alimentos de
conveniência, em vez de fazer o seu próprio alimento também era melhor
ser energético o suficiente para exercitar. Porque se ele era muito
preguiçoso para fazer exercício e com preguiça de corrigir sua própria
comida, então ele não merece viver muito tempo. Isso tudo foi
apresentado como uma espécie de julgamento moral sobre as pessoas e o
que elas devem fazer com suas energias. As pessoas que são inteligentes,
que iriam aprender sobre nutrição, e que são disciplinadas o suficiente
para comer direito e exercitar direito são pessoas melhores – e do tipo
que você quer que viva mais tempo.

EDUCAÇÃO COMO FERRAMENTA PARA ACELERAR O INÍCIO DA PUBERDADE E EVOLUÇÃO

Em algum lugar aqui também havia algo sobre a aceleração do início da
puberdade. E isso foi dito em relação à saúde, e mais tarde em conexão
com a educação, e se conecta a acelerar o processo de mudança evolutiva.
Houve uma declaração de que “nós pensamos que podemos empurrar a
evolução mais rápido e na direção que quer que ela vá.” Eu lembro disso
apenas como uma declaração geral. Não me lembro se algum detalhe foi
dado além disso.

MISTURAR TODAS AS RELIGIÕES

Outra área de discussão era a religião. Este é um discurso ateu
confesso. Ele disse: “A religião não é necessariamente ruim. Muitas
pessoas parecem precisar de religião, com seus mistérios e rituais –
para que eles tenham religião. Mas as grandes religiões de hoje tem que
ser mudadas porque elas não são compatíveis com as mudanças que virão.
As antigas religiões terão de desaparecer, especialmente o cristianismo.

Uma vez que a Igreja Católica Romana for derrubada. o resto
do cristianismo seguirá facilmente. Em seguida, uma nova religião pode
ser aceita para uso em todo o mundo.Ela irá incorporar algo de todos as
antigas para torná-la mais fácil para as pessoas aceitar, e se sentir em
casa. A maioria das pessoas não vai estar muito preocupada com a
religião. Elas vão perceber que elas não precisam disso. “

SUBSTITUIÇÃO DA BÍBLIA ATRAVÉS DE REVISÕES DE PALAVRAS-CHAVE

A fim de fazer isso, a Bíblia será alterada. Vai ser reescrita para se
ajustar à nova religião. Aos poucos, as palavras-chave serão
substituídas por novas palavras com vários tons de significado. Em
seguida, o significado ligado à palavra nova pode estar perto da antiga
palavra – e conforme o tempo passar, outros matizes de significado da
palavra podem ser enfatizados e então, gradualmente, a palavra será
substituída por outra palavra. “Eu não sei se eu estou fazendo isso bem
claro, mas a idéia é que tudo na Escritura não precisa ser reescrita,
apenas palavras-chave substituídas por outras palavras.

A
variabilidade no sentido ligado a qualquer palavra pode ser usada como
uma ferramenta para mudar todo o significado da Escritura, e, por
conseguinte, torná-la aceitável para esta nova religião. A maioria das
pessoas não vai saber a diferença, e este foi outro dos momentos em que
ele disse, “os poucos que notarem a diferença não serão suficientes para
ter importância”

AS IGREJAS IRÃO NOS AJUDAR

Seguiu-se então uma das declarações mais surpreendentes de toda a
apresentação: Ele disse: “Alguns de vocês provavelmente acham que as
Igrejas não vai aceitar isso”, e ele passou a dizer, “as igrejas irão
nos ajudar!” Não houve elaboração sobre isso, não ficou claro exatamente
o que ele tinha em mente quando disse: “as igrejas nos ajudarão!”

Em retrospecto, acho que alguns de nós agora podem entender o que ele
quis dizer na época. Lembro-me então só de pensar, “não, eles não!” E
lembrando as palavras de nosso Senhor, onde ele disse a Pedro: “Tu és
Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e portas do inferno
não prevalecerão contra ela. “Então, sim, algumas pessoas nas Igrejas
pode ajudar e nos subsequentes 20 anos vimos como algumas pessoas nas
Igrejas têm ajudado. Mas também sabemos que as palavras de nosso Senhor
será firme, e as portas do inferno não prevalecerão.


REESTRUTURAÇÃO DA EDUCAÇÃO COMO FERRAMENTA DE DOUTRINAÇÃO

 Outra área de discussão foi a Educação. Em conexão com a educação
lembro o que ele disse sobre a religião, foi além de alterar a Bíblia,
ele disse que os clássicos na literatura teriam de ser alterados. Eu me
lembro de que os escritos de Mark Twain foram dados como um exemplo. Mas
ele disse que o leitor casual na leitura de uma versão revista de um
clássico nunca sequer suspeitaria que houve alguma mudança. Alguém teria
que ir através de palavra por palavra, para reconhecer que qualquer
mudança foi feita nestes clássicos, as mudanças seriam tão sutis. Mas as
mudanças ocorreriam, tais como para promover a aceitação do novo
sistema.

MAIS TEMPO NA ESCOLA, MAS ELES NÃO IRÃO APRENDER NADA

 Quanto à educação, ele indicou que as crianças passariam mais tempo nas
escolas, mas em muitas escolas eles não iriam aprender nada. Eles vão
aprender algumas coisas, mas não tanto como antigamente. Melhores
escolas, em áreas melhores com pessoas melhores, seus filhos vão
aprender mais. Nas escolas melhores o ensino seria acelerado. Este é
outro momento em que ele disse, forçando as crianças a aprenderem mais
parecia estar sugerindo que seus cérebros iriam evoluir, que a sua prole
iria evoluir ”

Nós pensamos que podemos forçar a evolução.”; uma forma de forçar a
evolução, onde as crianças iriam aprender e ser mais inteligentes em uma
idade mais jovem. Como se essa forçada iria alterar a sua fisiologia.
Em geral, a escolaridade seria prolongada. Isso significava prolongar o
ano escolar. Eu não lembro com certeza o que ele disse sobre o tempo de
um dia de escola, eu me lembro que ele disse que a escola foi planejada
para percorrer todo o verão, que as férias escolares de verão se
tornariam uma coisa do passado.

Não só pelas escolas, mas por outras razões. As pessoas começam a pensar
em férias durante todo o ano, não apenas no verão. Para a maioria das
pessoas levaria mais tempo para completar sua educação. Para conseguir o
que originalmente estava em um curso de bacharelado, agora exigem graus
avançados e mais escolaridade.

Um monte de tempo escolar
seria apenas perda de tempo. Boas escolas se tornariam mais
competitivas. Eu inferi quando ele disse isso, que ele estava incluindo
todas as escolas – da fundamental até a faculdade – mas eu não me lembro
se ele realmente disse isso. Os alunos teriam que decidir em uma idade
mais jovem o que eles gostariam de estudar e chegar até sua trilha cedo.
Seria mais difícil de mudar para outro campo de estudo uma vez que você
tiver começado. Estudos seriam concentrados em uma profundidade muito
maior, mas se estreitariam.

Você não teria acesso ao material em outros campos, fora da sua própria
área de estudo, sem aprovação. Este parece ser mais sobre o que ele
falou sobre o acesso limitado a outros campos. Se bem me lembro, isto
foi algo como sendo mais a nível de faculdade, talvez. As pessoas seriam
muito especializadas na sua área de especialização. Mas eles não serão
capazes de obter uma educação ampla e não serão capazes de entender o
que está acontecendo em geral.


CONTROLE DE QUEM TEM ACESSO À INFORMAÇÃO

 Ele já estava conversando sobre computadores na educação, e naquele
momento ele disse que ninguém teria acesso a computadores, ou o acesso a
livros que não estavam diretamente relacionados ao seu campo de estudo,
e para ter acesso teria que ter uma boa razão para fazê-lo. Caso
contrário, o acesso seria negado.

ESCOLAS COMO O CENTRO DA COMUNIDADE

Outro ângulo é que as escolas se tornariam mais importantes na vida das
pessoas em geral. Crianças, além de seus acadêmicos, teriam de entrar em
atividades escolares, a menos que queiram se sentir completamente fora
dele. Atividades espontâneas entre crianças, a única coisa que me veio à
mente quando ouvi isto foi de futebol de areia e muitas equipes de
beisebol de areia, que ocupam as crianças enquanto crescendo.

Eu disse as crianças que querem todas as atividades fora da escola
seriam quase forçadas a obtê-las através da escola. Haveria poucas
oportunidades fora. Agora, as pressões do programa de aceleração
escolar, as demandas aceleradas, onde as crianças se sentem que tem que
fazer parte de algo – um ou outro clube atlético ou alguma atividade
escolar – essas pressões que ele reconheceu queimaria alguns alunos.

Ele disse. “Os mais espertos vão aprender a lidar com pressões para
sobreviver.Haverá alguma ajuda disponível para os alunos a lidar com o
estresse, mas o incapaz não será capaz de fazê-lo. Eles, então, passará
para outras coisas. “Neste contexto e, mais tarde, com o abuso de drogas
e abuso de álcool, ele indicou que os serviços psiquiátricos para
ajudar seriam aumentados dramaticamente.

Com todos empurrando-os para a realização, foi reconhecido que muitas
pessoas precisariam de ajuda, e as pessoas que valem a pena ser mantidas
seriam capazes de aceitar e beneficiar-se dessa ajuda, e ainda ser
super empreendedoras. Aqueles que não puderem cairiam no esquecimento e,
portanto, eram uma ​​espécie de “dispensáveis”.Eu acho que é a palavra
que procuro. Educação seria ao longo da vida e adultos estariam indo
para a escola.

Haverá sempre novas informações que os adultos devem ter para manter-se.
Quando você não pode manter-se mais, você é muito velho. Esta foi uma
outra maneira de deixar as pessoas mais velhas saberem que o tempo tinha
chegado para eles e tomar a pílula da morte. Se você está cansado
demais para acompanhar a sua educação, ou você ficou velho demais para
aprender novas informações, então este será um sinal – você começa a se
preparar para ficar pronto para a etapa a ser posto de lado.

ALGUNS LIVROS SIMPLESMENTE DESAPARECERÃO DAS BIBLIOTECAS

Além de rever os clássicos, o que aludi há pouco tempo atrás, e com a
revisão da Bíblia, ele disse: “Alguns livros simplesmente desaparecerão
das bibliotecas.” Isso foi no sentido de que alguns livros contêm
informações ou contêm idéias que não devem ser mantidas ao redor.
Portanto, esses livros desapareceriam.

Não me lembro
exatamente se ele disse como isso era para ser realizado. Mas eu me
lembro de que isso incluiria furtos. Que certas pessoas seriam
designadas para ir às bibliotecas certas e pegar alguns livros e apenas
se livrar deles. Não necessariamente como uma questão de política –
simplesmente roubá-los. Mais adiante na linha do tempo, nem todo mundo
será permitido ter livros próprios. E há alguns livros que ninguém será
permitido possuir.

MUDAR AS LEIS

 Outra área de discussão foi que as leis seriam alteradas. Naquela
época, uma grande quantidade de Estados tinham leis azuis sobre as
vendas de domingo, sobre algumas atividades de domingo. Ele disse que as
leis azuis [domingo] seriam todas revogadas. Leis de jogo seriam
repetidas ou relaxadas, de modo que o jogo seria aumentado. Ele indicou,
então, que os governos entrariam em jogo.

Nós tivemos um monte de loterias estaduais aparecendo em todo o país
desde então. E, no momento, já estávamos sendo informados de que seria o
caso. “Por que todo o dinheiro do jogo ser mantido em mãos de
particulares, quando o Estado se beneficiaria com isso?” Foi o racional
por trás dele. Mas as pessoas devem ser capazes de jogar, se quiserem.
Então ela se tornaria uma atividade civil, ao invés de uma atividade
privada, ou ilegal.

As leis da bancarrota teriam de ser alteradas. Eu não me lembro dos
detalhes, mas apenas que elas seriam alteradas. E eu sei que,
subsequente àquele tempo, elas têm sido. As leis antitruste teriam de
ser alteradas, ou ser interpretadas de forma diferente, ou ambos. Em
conexão com as mudanças de leis antitruste, houve alguma declaração que,
seria sentido um aumento na competição. Mas isso seria o aumento da
concorrência dentro de circunstâncias controladas de outra forma. Então
não é uma livre concorrência.

Lembro-me de ter a impressão de que era como uma competição, mas dentro
de membros de um clube. Não haveria ninguém fora do clube que seria
capaz de competir. Como equipes que competem dentro de uma liga
profissional de esportes, se você é a NFL ou das Ligas de beisebol
norte-americanos ou National – você compete dentro da liga mas a liga é
tudo em acordo sobre quais são as regras da concorrência – não é uma
competição realmente livre.

O INCENTIVO AO ABUSO DE DROGAS PARA CRIAR UMA ATMOSFERA SELVAGEM

O uso de drogas seria aumentado. O uso do álcool seria aumentado.
Esforços de aplicação da lei contra as drogas seriam aumentados. Na
primeira audiência, parecia uma contradição.Aumentar o abuso de drogas
e, simultaneamente, aumentar a aplicação da lei contra o abuso de
drogas? Mas a idéia é que, em parte, a maior disponibilidade de drogas
seria uma espécie de lei da selva em que os fracos e os impróprios
seriam selecionados para cair fora.

Não foi uma declaração feita no
momento: “Antes a terra estava superpovoada, houve uma lei da selva,
onde somente os mais aptos sobreviveram. Você tem que ser capaz de
proteger-se contra os elementos e os animais selvagens e doenças, mas se
você se encaixar, sobrevive. Mas agora nós nos tornamos tão civilizados
– somos mais civilizados – e os incapazes são habilitados a sobreviver
apenas à custa daqueles que são mais aptos “O abuso de drogas seria
restaurar, em certo sentido, a lei da selva e seleção dos mais aptos
para a sobrevivência. 

Notícias sobre os esforços de aplicação de lei contra o abuso de drogas
tenderia a manter a droga na consciência pública. E também tende a
reduzir essa complacência injustificada americana que o mundo é um lugar
seguro e um lugar agradável.

ABUSO DE ÁLCOOL


A mesma coisa aconteceria com o álcool. O abuso de álcool seria tanto
promovido quanto rebaixado ao mesmo tempo. O vulneráveis ​​e fracos
iriam responder às promoções e, portanto, usariam e abusarim do álcool.
Dirigir embriagado se tornaria mais um problema, e regras mais rigorosas
sobre a condução sob a influência seriam estabelecidas para que mais e
mais pessoas perdessem o privilégio de dirigir.

Novamente, muito mais na forma de serviços psicológicos seria
disponibilizado para ajudar aqueles que se viciaram em drogas e álcool. A
idéia é que, a fim de promover isto – álcool e drogas são usados ​​para
filtrar alguns dos inaptos – pessoas que de outra forma são muito bons,
também estariam sujeitos a ser fisgados.

E se eles realmente valerem o seu sal, teriam sentido o suficiente para
procurar aconselhamento psicológico e se beneficiar dele. Portanto, isto
foi apresentado como uma espécie de valor redentor por parte dos
planejadores. Era como se ele estivesse dizendo: “Você acha que estamos
mal na promoção dessas coisas más – mas veja como nós somos bons, – nós
também estamos proporcionando uma saída!”

RESTRIÇÕES ÀS VIAGENS

Esta também tinha ligação com algo que veremos mais tarde sobre as
restrições gerais sobre viagens. Nem todo mundo deve ser livre para
viajar da forma como eles fazem agora nos Estados Unidos. As pessoas não
têm necessidade de viajar dessa maneira. É um privilégio! Era uma
espécie de jeito arrogante que foi colocado.

A NECESSIDADE DE MAIS PRISÕES E USANDO HOSPITAIS COMO PRISÕES

Mais prisões seriam necessárias. Os hospitais poderiam servir como
prisões. Alguns hospitais novos seriam construídos, de modo a torná-los
adaptáveis ​​para sua utilização como cadeia.

FIM DA FITA 1

CONTINUAÇÃO – FITA 2:

FALTA DE SEGURANÇA

Nada é permanente. Ruas serão re-roteadas e renomeadas. Áreas que você
não tinha visto em algum tempo se tornariam desconhecidas. Entre outras
coisas, isso contribuiria para as pessoas mais velhas sentirem que era
hora de seguir em frente, sentiriam que não podiam sequer acompanhar as
mudanças em áreas que antes eram familiares. Iriam permitir que
edifícios ficassem vazios e deteriorarem-se, e permitiram que, em certas
localidades, as ruas se deteriorassem. O objetivo disto foi o de
fornecer a floresta, o ambiente deprimido para os inaptos. Em algum
lugar conectado com este mesmo assunto, ele mencionou que os edifícios e
pontes seriam construídos para que entrassem em colapso depois de um
tempo, haveria mais acidentes envolvendo aviões e ferrovias e
automóveis.

Tudo isso para contribuir para o sentimento de insegurança, de que nada
estava seguro. Não muito tempo após esta apresentação, e eu acho que um
ou dois antes, na área onde eu moro, tivemos uma ruptura de ponte
recém-construída. Outro defeito de ponte recém-construída foi descoberto
antes que ela também quebrasse. Lembro de ter lido apenas incidentes
espalhados em todo o país, onde shoppings caíram…

Lembro também que um dos shopping centers em nossa área, o primeiro
prédio que eu já tinha estado em que você pode sentir essa vibração em
todo o edifício, quando havia um monte de gente lá dentro. Lembro-me
imaginando naquele momento se este shopping foi um dos prédios de que
ele estava falando. Conversando com as pessoas da área de construção e
arquitetos sobre isso eles diriam, “Ah, não, isso é bom quando o prédio
vibra como que, o que significa que é flexível, não rígida.” Bem, talvez
seja assim, vamos esperar para ver. Outras áreas seriam bem
conservadas. Nem todas as partes da cidade seriam favelas.

CRIME USADO PARA GERENCIAR A SOCIEDADE

Seriam criadas favelas e outras áreas seriam bem conservadas. Aquelas
pessoas capazes de deixar as favelas para áreas melhores, em seguida,
iriam aprender a apreciar melhor a importância da realização humana.
Isto significava que, se deixada a selva e vindo para a civilização, por
assim dizer, as pessoas poderiam se orgulhar de suas próprias
realizações. Não houve qualquer relação de simpatia com aqueles que
fossem deixados para trás na selva de drogas e bairros em deterioração.

Em seguida, uma declaração que foi uma espécie de surpresa, “Nós achamos
que podemos efetivamente limitar o crime para as áreas de favelas, por
isso não se espalhará severamente para áreas muito melhores”. Eu deveria
talvez dizer aqui que estas não são, obviamente, palavra por palavra do
que foi dito, depois de 20 anos, mas o que eu estou citando, estou
dando a tendência geral do que foi dito, próximo de palavra por palavra,
talvez não exatamente assim.

Lembro-me de ter pensado, como ele pode estar tão confiante de que o
elemento criminoso vai ficar onde ele quer que fique? Mas ele passou a
dizer que o aumento da segurança seria necessário nas áreas melhores.
Isso significaria mais policiais, melhores esforços coordenados de
polícia. Ele não falou a respeito, mas eu queria saber naquela época
sobre os movimentos que estavam em andamento para consolidar todos os
departamentos de polícia de subúrbios ao redor das grandes cidades. Eu
acho que o John Birch Society foi um dos que ele estava dizendo “Apoie a
polícia local, não os deixem ser consilidados”. Lembro-me de pensar se
isso foi uma das coisas que ele tinha em mente sobre a segurança. Não
foi explicitamente declarado.

De qualquer forma, ele passou a dizer que haveria toda uma nova
indústria de sistemas de segurança residenciais a serem desenvolvidos,
com alarmes e travas e alarmes dirigos ao departamento de polícia, para
que as pessoas pudessem proteger sua riqueza e bem-estar. Como parte da
atividade criminosa nas favelas iria se espalhar para as áreas melhores e
mais ricas, mais áreas similares seriam desenvolvidas.

E mais uma vez foi declarado como se fosse uma qualidade redentora: Veja
que estamos gerando toda esta criminalidade, mas olha como somos bons –
estamos gerando também os meios para você se proteger contra o crime.
Um tipo de coisa repetida ao longo desta apresentação foi o mal
reconhecido e então a coisa auto perdão: “Veja que te dei uma saída.”

REDUÇÃO DA PREEMINÊNCIA AMERICANA INDUSTRIAL


A Indústria norte-americana veio em discussão – foi a primeira vez que
eu ouvi o termo interdependência global ou essa noção. Ele declarou que o
plano era que seriam atribuídos diferentes papéis de indústria e
comércio a diferentes partes do mundo. em um sistema unificado global.

A continuação da preeminência dos Estados Unidos e da relativa
independência e auto-suficiência dos Estados Unidos teria que ser
mudada. Esta foi uma das várias vezes que, segundo ele, a fim de criar
uma nova estrutura, primeiro você tem que demolir a velha, e a indústria
norte-americana foi um exemplo disso. Nosso sistema teria que ser
reduzido, a fim de dar a outros países a oportunidade de construir suas
indústrias, porque senão eles não seriam capazes de competir contra os
Estados Unidos.

Isso era especialmente verdadeiro em relação às nossas indústrias
pesadas, que seriam passadas para trás, enquanto as mesmas indústrias
estavam sendo desenvolvidas em outros países, notadamente o Japão. Neste
ponto, houve alguma discussão sobre aço e, em particular sobre
automóveis – Lembro-me dele dizer que os automóveis serão importados do
Japão em pé de igualdade com os nossos próprios carros produzidos
internamente, mas o produto japonês seria melhor. Coisas seriam feitas
de modo que iriam quebrar e cair, isto nos Estados Unidos, para que as
pessoas tendessem a preferir a variedade importada e isso daria um pouco
de impulso para os concorrentes estrangeiros.

Um exemplo foi o carro japonês. Em 1969, carros japoneses, se fossem
vendidos aqui, por tudo que me lembro, certamente não eram muito
populares. Mas a idéia era a de que você poderia ficar um pouco
desgostoso com o seu Ford, GM ou Chrysler ou o produto que fosse, porque
as coisas pequenas, como identificadores de janela, iriam cair mais e
peças de plástico que iriam quebrar, e se tivessem sido feitas de metal
se sustentaria.

O seu patriotismo sobre a compra de produto
americano logo iria dar lugar à praticidade de comprar produtos
japoneses, alemães ou outros importados, que iriam durar mais tempo e
que seriam melhores. Patriotismo iria pelo ralo. Foi mencionado que em
outros lugares coisas seriam feitas para quebrar também. Não me lembro
de itens específicos, ou mesmo se foram mencionados outros além de
automóveis, mas me lembro de ter a impressão, se não é minha imaginação,
que ele mencionou um cirurgião ter algo em suas mãos na sala de
cirurgia e quebrar em um momento crítico. Isso foi incluído nessa
discussão?

Mas em algum lugar nessa discussão sobre coisas que estão sendo feitas
deliberadamente com defeito e não confiáveis, era não só para derrubar o
patriotismo, mas também para ser apenas uma fonte de um pouco de
irritação para as pessoas que usam essas coisas. Mais uma vez a idéia de
que era para não se sentir muita segurança, promovendo a noção de que o
mundo não é um lugar tão confiável.

Os Estados Unidos era para ser mantido forte na área de informação,
comunicações, alta tecnologia, educação e agricultura. Os Estados Unidos
foi visto como continuando a ser uma espécie de pedra angular do
sistema global. Mas a indústria pesada era para ser transportada para
fora. Um dos comentários feitos sobre a indústria pesada foi a de que
nós tínhamos tido bastante dano ambiental de grandes colunas de fumaça e
resíduos industriais.

Outras pessoas poderiam assumir isso durante algum tempo. Isto,
novamente, deveria ser uma qualidade redentora para fazer com que os
americanos aceitassem. Você tirou a nossa indústria, mas você salvou o
nosso meio ambiente. Então, nós realmente não perdemos.

MUDANDO POPULAÇÕES E ECONOMIAS – ARRANCANDO AS RAÍZES SOCIAIS

E ao longo dessa linha houve conversas sobre pessoas perdendo seus
empregos como resultado da indústria e oportunidades para a reconversão
profissional e, neste particular, seriam trazidas mudanças
populacionais. Esta é uma espécie de faceta. Eu acho que vou explorar
mais este lado antes que me esqueça. Os deslocamentos populacionais
deveriam ser trazidos para que as pessoas tivessem a tendência para se
mudar para o Sun Belt (Cinturão do Sol).

Eles seriam o tipo de pessoas sem raízes em seus novos locais e as
tradições são mais fáceis de mudar num lugar onde há um grande número de
pessoas transplantadas, em comparação com tentar mudar as tradições de
um lugar onde as pessoas cresceram e tiveram um longo período de
família, tinham raízes. Coisas como novos sistemas de cuidados médicos,
se você for de uma cidade industrial do Nordeste e você se muda para o
Sunbelt Sul ou Sudoeste, você estará mais suscetível a aceitar qualquer
tipo de, por exemplo, atendimento médico controlado que você encontrar
lá, do que você aceitar uma mudança no sistema de assistência médica
onde tinha raízes e com o apoio de sua família.

Também nesse sentido foi mencionado (ele usou o pronome pessoal plural
nós) “nós” primeiro tomamos o controle das cidades portuárias – Nova
York, San Francisco, Seattle – a idéia é a de que este é um território
estratégico, a idéia é que se você controlar as cidades portuárias com a
sua filosofia e seu modo de vida, o coração, no meio, tem que ceder. Eu
não posso elaborar mais sobre isso, mas é interessante. O coração, o
Centro-Oeste, parece ter mantido o seu conservadorismo. Mas, quando você
tira a indústria e o emprego e realoca as pessoas, então esta é uma
estratégia para quebrar o conservadorismo.

Quando você tira a indústria e as pessoas estão desempregadas e pobres,
eles vão aceitar qualquer mudança que aparecer, de modo a oferecer-lhes a
sobrevivência, e sua moral e seu compromisso com as coisas vão todos
dar lugar para a sobrevivência. Isso não é minha filosofia, é a
filosofia do orador. De qualquer forma, voltando para a indústria,
alguma indústria pesada permanecerá, apenas o suficiente para manter uma
espécie de semente de habilidades industriais que poderiam ser
expandidas, se o plano não desse certo como foi planejado. Assim, o país
não seria destituído de ativos e habilidades.

Mas esta era apenas uma espécie de plano de contingência. Esperava-se e
espera-se que a especialização a nível mundial seria exercida. Mas,
talvez me repetindo, um dos desfechos de tudo isso é que, com esta
‘interdependência global”, as identidades nacionais tendem a perder
ênfase. Cada área depende de todas as outras áreas, em um ou mais
elementos da sua vida. Nós todos nos tornamos cidadãos do mundo ao invés
de cidadãos de qualquer país.

O ESPORTE COMO FERRAMENTE DE MUDANÇA SOCIAL

E ao longo destas linhas, então podemos falar sobre esportes. Esportes
nos Estados Unidos era para serem alterados, em parte como uma maneira
de não enfatizar o nacionalismo. Futebol, um esporte mundial, era para
ser enfatizado e foi forçado dentro dos Estados Unidos. Este era de
interesse, porque nesta área o jogo de futebol era praticamente
desconhecido na época. Eu tive alguns amigos que participaram de uma
escola primária, da qual não participei, onde jogaram futebol e ele era
uma novidade real. Isso foi na década de 50.

Então, ouvir este homem falar de futebol, nesta área, foi uma surpresa.
De qualquer forma, o futebol é visto como um esporte internacional e
seria promovido e o esporte tradicional do beisebol americano perderia
seu ênfase e possivelmente seria eliminado, porque ele pode ser visto
como demasiado americano. E ele discutiu a eliminação deste. A primeira
reação seria – bem, eles pagam mal os jogadores e eles não querem jogar
por salários baixos, para desistir do beisebol e entrar em algum outro
esporte ou alguma outra atividade. Mas ele disse que não é realmente
assim que funciona.

Na verdade, a maneira de quebrar o beisebol seria fazer os salários
subirem muito. A idéia por trás disso era que, com os salários
ridiculamente altos, haveria uma certa quantidade de descontentamento e
antagonismo, as pessoas se ressentiriam com o fato de ser pago tanto aos
atletas, e os atletas começariam, cada vez mais, a ressentir-se entre
si, sobre o que foi pago a outros jogadores, e tenderiam a abandonar o
esporte.

E esses altos salários também poderiam quebrar os proprietários e
alienar os fãs. E então os fãs iriam apoiar o futebol e os campos de
beisebol poderiam ser usados como campos de futebol. Não foi dito que
isso definitivamente teria que acontecer, mas se o sabor internacional
não viesse rápido o suficiente ao redor disso, tal poderia ser feito.

Houve alguns comentários ao longo do mesmo tema, sobre o futebol, embora
eu me lembro que ele disse que o futebol seria mais difícil de
desmontar porque estava tão difundido nas escolas, bem como nas ligas
profissionais e seria mais difícil de derrubar. Havia algo mais também
sobre a violência no futebol, que atende a uma necessidade psicológica
que foi percebida, e as pessoas têm uma necessidade para essa violência
vicariante.

Assim, o futebol, por essa razão, pode ser preservado para satisfazer
essa necessidade (obs* aqui, penso eu que ele está falando daquele
futebol americano, em que usam as mãos e acima em relação ao futebol de
pé). A mesma coisa vale para o hóquei. Hockey alcançou o gosto
internacional e seria enfatizado. Houve alguma competição internacional
previsível sobre o hóquei e particularmente do futebol.

Nessa altura foi de hóquei internacional entre os Estados Unidos e
Canadá. Foi uma espécie de surpresa porque eu pensei que o orador nunca
me passou a impressão de ser um fã de hockey, e eu sou. E acontece que
ele não era. Ele só sabia sobre o jogo e o que ele faria a este programa
de alteração dos esportes. Mas em qualquer caso, o futebol era para ser
a pedra angular do atletismo, porque ele já é um esporte mundial na
América do Sul, Europa e partes da Ásia e os Estados Unidos devem se
juntar. Tudo isso seria promover uma concorrência internacional para
todos nós nos tornarmos cidadãos do mundo, em maior medida do que
cidadãos das nossas próprias nações estreitas.

Houve alguma discussão sobre a caça, o que não surpreende. Caça requer
armas e controle de armas é um elemento de grande importância nesses
planos. Não me lembro muito os detalhes, mas a idéia é que a posse de
armas é um privilégio e nem todos devem ter armas. A caça era uma
desculpa inadequada para a posse de armas e todo mundo deve ter
restringida a posse de armas. As poucas pessoas privilegiadas que devem
ser autorizadas a caçar, talvez pudesse alugar ou pedir emprestada uma
arma de locais oficiais, em vez de possuir a sua própria arma.

Afinal, não há necessidade de todos terem uma arma, é a forma como foi
colocado. Muito importante nos esportes, era o esporte para meninas.
Atletismo seria forçado às meninas. Este se destina a substituir
bonecas. Bonecas de bebê ainda estariam por aí, algumas delas, mas você
não iria ver o mesmo número e variedade de bonecas. Bonecas não mais
seriam forçadas porque as meninas não devem estar pensando em bebês e
reprodução.

As meninas devem estar no campo de atletismo, assim como os meninos
estão. Meninas e meninos realmente não precisam ser tão diferentes.
Jogos de chá seriam retirados, da mesma maneira que as bonecas, e todas
estas coisas que eram tradicionalmente consideradas como femininas.
Seria enfatizado que as meninas entrariam em atividades mais masculinas.

Apenas uma outra coisa que eu lembro era que as páginas de esporte
seriam completadas com as dezenas de equipes de meninas, à direita, ao
longo com as equipes de meninos. E que recentemente começaram a aparecer
depois de 20 anos em nossos jornais locais. As pontuações desportivas
das meninas são à direita, junto com os desportos de pontuação dos
meninos. Então tudo isso é para mudar o modelo do que as jovens devem
procurar ser. Enquanto ela está crescendo, ela deve procurar ser uma
atleta, em vez de olhar para a frente querendo ser mãe.


SEXO E VIOLÊNCIA INCUTIDOS ATRAVÉS DO ENTRETENIMENTO

Filmes seriam gradualmente mais explícitos quanto ao sexo e a linguagem.
Afinal, sexo e linguagem obscena são reais e por que fingir que eles
não são? Haveria filmes pornográficos nos cinemas e na televisão. Ainda
não havia os vídeoK7s, mas ele indicou que estes cassetes estariam
disponíveis, e leitores de vídeok7s estariam disponíveis para utilização
dos filmes domésticos e pornográficos, bem como no teatro, na
vizinhança e em sua televisão.

Ele disse algo como: “você vai
ver as pessoas nos filmes fazendo tudo o que você pode pensar.” Ele
passou a dizer que tudo isso se destina a trazer o sexo a céu aberto.
Esse foi outro comentário que foi feito, várias vezes: “sexo a céu
aberto.” A violência seria feita mais gráfica. Esta destinava-se a
dessensibilizar as pessoas à violência. Poderá haver um momento em que
as pessoas iriam presenciar atos de violência real e ser uma parte dela.
Mais tarde torna-se claro que esta é dirigida. Assim, haveria violência
mais realista no entretenimento, o que tornaria mais fácil para as
pessoas se ajustarem.

A atitude das pessoas em relação à morte mudaria. As pessoas não teriam
mais tanto medo dela e aceitariam mais, e não seriam tão horrorizadas
com a visão de pessoas mortas ou feridas. Nós não precisamos ter uma
população gentil paralisada por aquilo que ela pode ver. As pessoas só
aprendem a dizer, bem, eu não quero que isso aconteça a mim. Esta foi a
primeira declaração sugerindo que o plano inclui numerosas vítimas
humanas que os sobreviventes veriam. Este aspecto particular da
apresentação veio em minha memória muito acentuadamente alguns anos mais
tarde, quando um filme sobre o Lone Ranger saiu e eu levei o meu filho
muito jovem para vê-lo e no início do filme houve algumas cenas muito
violentas.

Uma das vítimas levou um tiro na testa e havia uma espécie de splat onde
a bala entrou em sua testa e sangue e lembro-me de lamentar que eu
levei o meu filho e o sentimento de raiva de que o médico falou. Não que
ele tenha feito o filme, mas ele concordou em fazer parte deste
movimento, e eu era repelido pelo filme, e ele trouxe de volta esse
aspecto de sua apresentação muito forte na minha memória.

Quanto à música, ele fez uma declaração bastante simples como: a música
vai piorar. Em 1969 a música Rock foi ficando cada vez mais
desagradável. Foi interessante a maneira como ele se expressou, “que
seria ainda pior”, reconhecendo que já era ruim. Letras das músicas se
tornariam mais abertamente sexuais.

Nenhuma música nova romântica açucarada seria divulgada como a que havia
sido escrita antes dessa época. Toda a música antiga seria trazida de
volta nas rádios certas e gravações para as pessoas idosas ouvirem, e os
mais velhos teriam sorte de ter suas próprias estações de rádio para
ouvir, e para os mais jovens, a sua música ficou pior e pior seria em
suas estações. Ele parecia indicar que um grupo não iria ouvir a música
do outro grupo.

Os mais velhos que se recusam a ouvir o lixo que foi oferecido aos
jovens, e os jovens aceitariam o lixo porque os identificou com sua
geração e os ajudou a se sentirem diferentes da geração mais velha.
Lembro-me, na época, de ter pensando que não iria durar muito tempo,
porque até mesmo as crianças pequenas não gostariam do lixo, quando tive
a chance de ouvir a música antiga que era mais bonita e que eles
gravitariam em direção a ela.

Infelizmente eu estava errado sobre isso, quando as crianças ficam com
seus filhos adolescentes e em seus 20 anos alguns deles melhorar o seu
gosto pela música, mas infelizmente ele estava certo. Eles se acostumam
com esse lixo e isso é tudo que eles querem.

Muitos deles não suportam música muito bonita. Ele passou a dizer que a
música iria levar uma mensagem aos jovens e ninguém sequer saberia que a
mensagem estaria lá, eles iriam pensar que era apenas música alta. Na
época eu não entendia bem o que ele quis dizer com isso, mas, em
retrospecto, eu acho que nós sabemos agora que as mensagens estão nas
músicas para os jovens.

E mais uma vez ele estava certo. Este aspecto foi espécie de resumo com a
noção de que o entretenimento seria uma ferramenta para influenciar os
jovens. Isso não vai mudar as pessoas mais velhas, que já estão
definidas nos seus caminhos, mas as mudanças serão todas destinadas a
jovens que estão em seus anos de formação e a geração mais velha estaria
passando.

Não só você não poderia mudá-los, mas eles são relativamente sem
importância de qualquer maneira. Uma vez que eles vivem suas vidas e se
vão, a geração mais jovem a ser formada contém os que seriam importantes
para o futuro no século 21. Ele também indicou que todos os filmes
antigos seriam reprisados e eu me lembro de ouvir que em minha mente
correu rapidamente a memória de uma série de filmes antigos.

Gostaria de saber se eles seriam incluídos, os que eu pensei que eu
gostaria de ver novamente. Junto com trazer de volta músicas e filmes
antigos para as pessoas idosas, havia outros privilégios que também
serão concedidos aos mais velhos: transporte gratuito, descontos nas
compras, descontos fiscais, – uma série de privilégios, apenas porque
eles eram mais velhos.

Isto foi indicado para ser uma espécie de recompensa para a geração que
tinha crescido através da depressão e tinha sobrevivido aos rigores da
Segunda Guerra Mundial. Eles mereciam isso e eles seriam recompensados
com todas essas guloseimas, e trazendo de volta a boa música antiga e os
bons filmes dos velhos tempos iriam ajudar a aliviá-los através de seus
últimos anos em conforto.

Em seguida, a apresentação começou a ficar mais triste, porque uma vez
passada a geração, e que seria no final dos anos 80 e início dos anos
90, onde estamos agora, a maioria desse grupo teria ido e então,
gradualmente, as coisas iriam ser reforçadas e a junção acelerada. Os
filmes antigos e canções antigas seriam retirados, o mais suave
entretenimento seria retirado.


RESTRIÇÕES DE VIAGENS E IMPLANTE DE IDENTIFICAÇÃ
O

Viajar, ao invés de ser fácil para os velhos, seria muito restrito. As
pessoas precisarão de permissão para viajar e elas precisariam de um bom
motivo para viajar. Se você não tiver um bom motivo para a sua viagem
você não teria permissão para viajar, e todos teriam ID (identificação).

Isso em primeiro lugar seria um cartão de identificação que você levaria
com sua pessoa e você tem que mostrar quando lhe for perguntado por
ele. Já estava previsto que, mais tarde, algum tipo de dispositivo
poderia ser desenvolvido para ser implantado sob a pele, que seria
codificado especificamente para identificar o indivíduo. Isso eliminaria
a possibilidade de identidade falsa e também eliminaria a possibilidade
de as pessoas dizerem: “Bem, eu perdi minha identidade.”

A dificuldade sobre esses implantes de pele ID foi indicada na
utilização do material que iria permanecer sob a pele sem causar reação
adversa do organismo, através da qual o corpo iria rejeitá-lo, ou
causar infecção, e que teria de ser um material em que as informações
poderiam ser gravadas e recuperadas por algum tipo de scanner, enquanto
ele não for rejeitado pelo organismo. Silicon foi mencionado.

Silício na época foi pensado para ser bem tolerado. Foi usado para
aumentar seios. As mulheres que sentiram que seus seios eram muito
pequenos e receberam implantes de silicone, e eu acho que ainda
continua. Em qualquer taxa de silício foi observado na época como o
material promissor para fazer as duas coisas: a ser retido no corpo sem
rejeição e ser capaz de reter a informação recuperada por meios
electrónicos.


CONTROLE DE ALIMENTOS

O suprimento de alimentos seria colocado sob apertado controle. Se o
crescimento da população não abrandar, a escassez de alimentos pode ser
gerada rapidamente e as pessoas perceberem os perigos da superpopulação.
Em última análise, se a população diminuir ou não, a oferta de
alimentos deve ser colocada sob controle centralizado para que as
pessoas tenham o suficiente para ser bem nutridas, mas eles não teriam o
suficiente para suportar qualquer fugitivo do novo sistema.

Em outras palavras, se você tiver um amigo ou parente que não assinar, o
cultivo de sua própria comida seria proibido. Isso seria feito sob
algum tipo de pretexto. No início eu mencionei que há dois fins para
tudo – um propósito ostensivo e um propósito real, e o propósito
ostensivo aqui seria que cultivar seus próprios vegetais era inseguro,
seria espalhar doença ou algo parecido.

Assim, a idéia seria
aceitável para proteger o consumidor, mas a idéia real era o de limitar a
oferta de alimentos e o cultivo de seu próprio alimento seria ilegal. E
se você persistir em atividades ilegais, como o cultivo de seu próprio
alimento, então você será um criminoso.

CONTROLE DO CLIMA

Houve uma menção em seguida, sobre o tempo. Esta foi outra afirmação
realmente impressionante. Ele disse: “Nós podemos ou logo seremos
capazes de controlar o tempo.”

Ele disse: “Eu não estou apenas me referindo a cair cristais de iodeto
nas nuvens, a precipitação da chuva que já está lá, mas o controle
REAL.” E o clima foi visto como arma de guerra, uma arma para
influenciar políticas públicas. Poderia fazer chuva ou reter a chuva, a
fim de influenciar certas áreas e trazê-las sob seu controle. Havia dois
lados para isso que foram bastante surpreendentes.

Ele disse, “Por um lado, você pode fazer estiagem durante a estação de
crescimento, de modo que nada vai crescer, e por outro lado você pode
fazer para chuvas muito fortes durante a época da colheita para que os
campos fiquem muito barrentos para fazer a colheita, e na verdade, um
pode ser capaz de fazer as duas coisas. “Não houve nenhuma declaração
como isso seria feito. Afirmou-se que isso já era possível ou muito,
muito perto de ser possível.

POLÍTICA

Ele disse que muito poucas pessoas sabem realmente como o governo
funciona. Algo no sentido de que os candidatos eleitos são influenciados
de forma que nem eles percebem e executam planos que foram feitos para
eles e eles pensam que são os autores dos planos. Mas na verdade eles
são manipulados de maneira que eles não entendem.

SABER COMO AS PESSOAS REAGEM – FAZENDO COM QUE FAÇAM O QUE VOCÊ QUER

Em algum ponto da apresentação, ele fez duas declarações que eu quero
inserir neste momento. Não me lembro exatamente em que contexto elas
foram feitas, mas elas são válidas em termos de visão geral global. Uma
declaração é: “As pessoas podem carregar em suas mentes e agir de acordo
com duas idéias contraditórias ao mesmo tempo, desde que essas duas
idéias contraditórias sejam mantidas longe o suficiente.”

A outra declaração é: “Você pode saber muito bem como pessoas racionais
vão responder a certas circunstâncias ou a certas informações que eles
encontram. Assim, para determinar a resposta que você quer, você só
precisa controlar o tipo de dados ou informações que são apresentados ou
os tipos de circunstâncias que em são introduzidos, e sendo as pessoas
racionais, irão fazer o que você quer que façam. Elas podem não entender
completamente o que estão fazendo ou por quê. ”

FALSIFICAÇÃO DE INVESTIGAÇÕES CIENTÍFICAS

 
Algures nesta
conexão, em seguida, foi a declaração admitindo que alguns dados de
investigação científica poderiam ser, e de facto tÊm sido, falsificados,
a fim de trazer os resultados desejados. Aqui, ele disse: “As pessoas
não fazem as perguntas certas. Algumas pessoas são muito confiantes.
“Agora, esta foi uma declaração interessante, pois o orador e a
audiência eram todos médicos, e supostamente muito objetivos, imparciais
e científicos. Falsificar dados da investigação científica é como uma
blasfêmia na igreja, você simplesmente não faz isso.

De qualquer forma, afora tudo isto, havia de vir o Corpo Internacional
da Nova Administração, provavelmente através da ONU e com uma Corte
Mundial, mas não necessariamente nessas estruturas. Poderia ser
provocada de outras formas. A aceitação do U.N. (United Nations) naquele
tempo era visto como não sendo tão grande quanto se esperava. Esforços
continuarão para aumentar a importância das Nações Unidas.

As
pessoas estariam cada vez mais acostumadas com a idéia de abrir mão de
alguma soberania nacional. A interdependência econômica seria para
promover este objetivo, a partir de um ponto de vista pacífico. Evitar a
guerra iria promovê-la do ponto de vista de se preocupar com as
hostilidades. Reconheceu-se que fazê-lo pacificamente era melhor do que
fazê-lo pela guerra. Afirmou-se neste ponto que a guerra era “obsoleta”.
Eu
pensei que era uma frase interessante, porque obsoleto significa que
uma vez foi vista como útil e não é mais útil. Mas a guerra é obsoleta,
porque com bombas nucleares, a guerra não é mais controlável.
Antigamente as guerras poderiam ser controladas, mas se as armas
nucleares caíssem nas mãos erradas poderia haver um desastre nuclear
acidental. Não foi dito quem são as “mãos erradas”.

Éramos livres para inferir que talvez isso significava terroristas, mas
nos anos mais recentes eu estou querendo saber se nas mãos erradas pode
também incluir pessoas que já assumiram que eles tinham armas nucleares o
tempo todo, e talvez eles não as tenham.

Assim como foi afirmado que a indústria seria preservada nos Estados
Unidos – um pouco apenas no caso de os planos mundiais não derem certo;
apenas no caso de algum país ou alguma outra pessoa poderosa decidir
fugir do pacote e seguir à sua própria maneira, questiona-se se isso
também pode ser verdadeiro com as armas nucleares.

Quando ele disse que elas poderiam cair em mãos erradas, houve alguma
declaração de que a posse de armas nucleares foi rigidamente controlada,
uma espécie que implica que qualquer pessoa que pretendia ter armas
nucleares as conseguiu. Que teria necessariamente incluído a União
Soviética, se de fato eles têm. Mas me lembro no momento ter pensado:
“Você está nos dizendo, ou você está insinuando, que este país
voluntariamente entregou armas aos soviéticos?”.

Naquele tempo que parecia uma coisa terrivelmente impensável fazer,
muito menos admitir. Os líderes da União Soviética parecem estar tão
dependentes do West, a questão de que pode ter havido algum receio de
que eles iriam tentar afirmar a independência se eles realmente tivessem
essas armas. Então, eu não sei. É algo a especular sobre talvez. Quem
ele quis dizer quando disse: “Se essas armas caiam nas mãos erradas”?
Talvez apenas os terroristas.

De qualquer forma, o novo sistema seria trazido à tona, se não pela
cooperação pacífica com todos de bom grado a ceder a soberania nacional
e, em seguida, levando o país à beira de uma guerra nuclear. O mundo
todo ficaria aterrorizado se uma histeria fosse criada pela
possibilidade de uma guerra nuclear, que haveria um clamor público forte
para negociar a paz pública e as pessoas de bom grado renunciariam à
soberania nacional, a fim de alcançar a paz, e assim isso traria o ‘
Novo sistema político internacional. “Isto foi afirmado como uma coisa
muito impressionante de se ouvir, então,”

Se houvesse muitas
pessoas nos lugares certos que resistirem a isso, pode haver a
necessidade de utilizar uma ou duas ou possivelmente mais armas
nucleares. ” Foi colocado que isso seria possivelmente necessário para
convencer as pessoas que, “nós significamos negócios.” Isso foi seguido
pela declaração de que, “No momento em que um ou dois saírem, em
seguida, todos, mesmo os mais relutantes, se renderiam. “Ele disse algo
sobre:” Esta paz negociada seria muito convincente “, como em um quadro
ou em um contexto que a coisa toda foi ensaiada, mas ninguém sabe disso.

Pessoas ouvindo sobre isso seriam convencidas de que era uma negociação
real entre inimigos hostis que finalmente haviam chegado à conclusão de
que a paz era melhor do que a guerra. Neste contexto, sobre discutir a
guerra, e a guerra ser obsoleta, foi feita uma declaração que havia
algumas coisas boas sobre a guerra. Uma delas foi que você vai morrer de
qualquer jeito e as pessoas, às vezes, na guerra têm uma chance de
exibir grande coragem e heroísmo.

Se elas morrerem, morrem bem e se elas sobrevivem, obtém o
reconhecimento. De modo que, em qualquer caso, as dificuldades da guerra
para os soldados valem a pena, porque essa é a recompensa de sair de
sua guerra. Outra justificativa expressa para a guerra era que, se os
muitos milhões de vítimas da Primeira Guerra Mundial e da Segunda Guerra
Mundial não tivessem morrido, mas tivessem continuado a viver e
continuado a ter bebês, então haveria milhões e milhões e o planeta já
estaria superpovoado.

Então, essas duas grandes guerras serviram a um propósito benigno de
retardar o excesso de população. Mas agora há meios tecnológicos para o
indivíduo e os governos para controlar o excesso de população, assim
neste aspecto, a guerra é obsoleta. Ele não é mais necessária. E então,
novamente, é obsoleta, porque as armas nucleares poderiam destruir todo o
universo. A Guerra, que já era controlável, poderia sair do controle e
assim por estas duas razões, é agora obsoleta.

TERRORISMO

Houve uma discussão sobre o terrorismo. Terrorismo seria amplamente
utilizado na Europa e em outras partes do mundo. Terrorismo, nessa
altura, foi pensado que não seria necessário nos Estados Unidos. Poderia
se tornar necessário nos Estados Unidos se os Estados Unidos não se
movesse rápido o suficiente para aceitar o sistema. Mas, pelo menos no
futuro previsível, não foi planejado. E muito benevolente de sua parte.

Talvez o terrorismo não seria necessário aqui, mas a implicação é que
ele seria bem utilizado se fosse necessário. Junto com isso, veio um
pouco de uma bronca de que os americanos tiveram tudo bom demais e mesmo
assim um pouco de terrorismo ajudaria a convencer os americanos de que o
mundo é de fato um lugar perigoso, ou pode ser, se não abrir mão do
controle para o bem das autoridades.

CONTROLE FINANCEIRO

Houve discussão sobre dinheiro e sistema bancário. Uma declaração foi:
“A inflação é infinita. Você pode colocar um número infinito de zeros
após qualquer número e colocar os pontos decimais onde quiser “, como
uma indicação de que a inflação é uma ferramenta dos controladores. O
dinheiro seria predominantemente de crédito. Já era.

O dinheiro é principalmente uma coisa de crédito, mas troca de dinheiro
não seria com dinheiro ou coisas palpáveis, mas sinais de crédito
eletrônico. As pessoas iriam levar o dinheiro apenas em quantidades
muito pequenas para coisas como goma de mascar e doces. Qualquer compra
de qualquer quantidade significativa seria feita eletronicamente. Lucro
seria eletronicamente inserido em sua conta. Seria um único sistema
bancário.

Pode ter a aparência de ser mais do que um, mas em última instância e,
basicamente, seria um sistema único bancário, de modo que quando você
tem pago o seu salário, este deve ser digitado por você em sua conta e,
em seguida, quando você compra alguma coisa no ponto de compra, seria
deduzido do saldo da sua conta e você realmente não leva nada com você.

Também registros informáticos podem ser mantidos em tudo o que você
comprou, para que se você estivesse comprando muito de qualquer item em
particular e algum funcionário queira saber o que estava fazendo com o
dinheiro, poderia voltar e rever as suas compras e determinar o que você
comprou.

Houve uma declaração de que qualquer compra de dimensão significativa,
como um automóvel, bicicleta, uma geladeira, rádio ou televisão ou
qualquer coisa, teria algum tipo de identificação sobre ele, para que
ele pudesse ser rastreado, de modo que muito rapidamente tudo o que foi
cedido, ou roubado – o que quer que seja – As autoridades seriam capazes
de estabelecer quem comprou e quando. Computadores permitiriam que isso
acontecesse.

A capacidade de poupar seria muito reduzida. As pessoas não serão
capazes de poupar qualquer grau considerável de riqueza. Houve alguma
declaração do reconhecimento de que a riqueza representa poder e riqueza
nas mãos de um monte de gente não é bom para as pessoas responsáveis
​​por isso, se você economizar muito, você pode ser tributado.

Quanto mais você poupar, maior será a taxa de imposto em suas economias
e, assim, suas economias realmente nunca poderão chegar muito longe. E
também se você começou a mostrar um padrão de poupança muito alto, você
pode ter o seu corte de pagamento. Nós diríamos: “Bem, você está
poupando em vez de gastar. Você realmente não precisa de todo esse
dinheiro. ”

Que, basicamente, a idéia é a de impedir as pessoas de acumular qualquer
riqueza que possa ter influência de longo alcance perturbador para o
sistema. As pessoas seriam incentivadas a usar o crédito para emprestar e
depois também ser encorajadas a renegar a sua dívida, o que destruiria o
seu próprio crédito. A idéia aqui é a de que, novamente, se você é
burro demais para lidar com crédito sabiamente, isto dá às autoridades a
oportunidade de vir com força em você, uma vez que você jogou fora o
seu crédito.

O pagamento electrónico, inicialmente. seria feito com base em
diferentes tipos de cartões de crédito, que já estavam em uso em 1969,
em certa medida. Não tanto quanto agora, mas as pessoas têm cartões de
crédito com a tira eletrônica sobre ela e uma vez que eles se
acostumarem a isso, então seria apontada a vantagem de ter tudo isso
combinado em um único cartão de crédito, servindo a um único sistema
monetário e então eles não terão de carregar por aí todo esse plásticos.

VIGILÂNCIA, IMPLANTES E TELEVISÕES QUE VIGIAM VOCÊ

Assim, o passo seguinte seria o único cartão e, em seguida, o passo
seguinte seria o de substituir o único cartão por um implante de pele. O
único cartão pode ser perdido ou roubado, dar origem a problemas; pode
ser trocado com outra pessoa para confundir a identificação. O implante
de pele, por outro lado, não pode ser perdido ou falsificado ou
transferido para outra pessoa, é para que você e as suas contas sejam
identificados sem qualquer possibilidade de erro.

E os implantes de pele teriam que ser colocados em algum lugar que seria
conveniente para a pele, por exemplo, a sua mão direita ou na testa.
Naquela época, quando eu ouvi isso, eu não estava familiarizado com as
afirmações contidas no livro do Apocalipse. O orador passou a dizer:
“Agora alguns de vocês, pessoas que lêem a Bíblia, vão atribuir um
significado a isto com a Bíblia”, mas ele passou a se isentar de
qualquer significado bíblico em tudo.

Este é apenas o senso comum de como o sistema poderia funcionar e deve
funcionar e não há necessidade de ler todos os princípios bíblicos
supersticiosas para ele. Como eu disse, na época eu não estava muito
familiarizado com as palavras do Apocalipse.

Pouco depois me familiarizei com ele e o significado do que ele disse
era realmente impressionante. Eu nunca vou esquecê-lo. Havia alguma
menção, também, de implantes que se prestam a vigilância através de
sinais de rádio. Isto poderia ser colocado sob a pele ou um implante
dentário, colocado através de um tipo de enchimento, de modo que
qualquer fugitivo ou possivelmente outros cidadãos pudessem ser
identificados por uma certa frequência do seu transmissor pessoal e pode
ser localizado em qualquer momento ou em qualquer lugar por qualquer
entidade que quiser encontrá-lo. Isto seria particularmente útil para
alguém que fugiu da prisão. Houve mais discussão sobre a vigilância
pessoal.

Só mais uma coisa se disse, “Você vai estar assistindo televisão e
alguém estará observando você, ao mesmo tempo, em uma estação de
monitoramento central.” Aparelhos de televisão terão um dispositivo para
permitir isso. O conjunto de TV não teria que estar ligado para que
isto fosse operativo. Além disso, o aparelho de televisão pode ser usado
para monitorar o que você está assistindo. As pessoas podem dizer o que
você está assistindo na TV e como você está reagindo ao que você está
assistindo. E você não saberia que estava sendo vigiado enquanto estiver
assistindo a sua televisão. Como poderíamos levar as pessoas a aceitar
estas coisas em suas casas? Bem, as pessoas iriam comprá-los quando eles
compram a sua própria televisão. Eles não sabem que estão lá em
primeiro lugar.

Isto foi descrito para ser o que hoje conhecemos como TV a cabo, para
substituir a antena de TV. Quando você compra um aparelho de TV, este
monitor seria apenas parte do conjunto e a maioria das pessoas não teria
conhecimento suficiente para saber que está lá desde o início. E, em
seguida, o cabo seria o meio de levar a mensagem de vigilância para o
monitor. Ao tempo em que as pessoas descobrirem que esse monitoramento
está acontecendo, elas também serão muito dependentes da televisão para
uma série de coisas. Da mesma maneira que as pessoas são dependentes do
telefone hoje.

A televisão poderia ser usada para compras. Você não teria que deixar
sua casa para comprar. Você acabou de ligar a TV e haveria uma forma de
interagir com o seu canal de televisão para a loja que você queria
comprar. E você poderia virar a chave de lugar para lugar e escolher um
refrigerador ou roupas. Isso seria tanto conveniente, mas também irá
torná-lo dependente da sua televisão, de modo que o embutido no monitor
seria algo que você não poderia ficar sem.

Houve alguma discussão de monitores de áudio também, apenas no caso de
as autoridades quiserem ouvir o que estava acontecendo em outras salas,
de onde o monitor de televisão estava. Em relação a isto, esta
declaração foi feita, “Qualquer fio que entrou em sua casa, por exemplo,
o fio de telefone, pode ser usado dessa forma”.

Lembro-me isto, em particular porque era muito perto do final da
apresentação e quando estávamos saindo do local de encontro, eu disse
algo a um dos meus colegas sobre ir para casa e puxando todos os fios
para fora da minha casa, exceto que eu sabia que não poderia passar sem
o telefone. E o colega que falou parecia entorpecido. Até hoje eu não
acho que ele ainda se lembra do que falamos ou o que ouvimos naquela
época, porque eu lhe pedi. Mas naquele momento ele parecia atordoado.

Antes de todas essas mudanças acontecerem com monitoramento eletrônico,
foi mencionado que haveria caminhões de serviço em todo o lugar,
trabalhando com os fios e colocando novos cabos. Isto é como as pessoas
“de dentro” saberiam como as coisas estão progredindo.

CASA PROPRIA – COISA DO PASSADO


A habitação de propriedade privada se tornaria uma coisa do passado. O
custo da habitação e o financiamento da habitação seria gradualmente tão
alto que a maioria das pessoas não poderia pagar.

As pessoas que já tinham suas casas seriam autorizadas a mantê-las, mas
com o passar dos anos, seria mais difícil para os jovens comprar uma
casa. Os jovens cada vez mais tornar-se-ão locatários, especialmente em
apartamentos ou condomínios. Mais e mais casas não vendidas estariam
vagas. As pessoas simplesmente não poderiam comprá-las.

Mas o custo da habitação não viria para baixo. Você imediatamente pensa,
assim, a casa vazia, o preço cairia, as pessoas iriam comprá-la. Mas
havia alguma declaração no sentido de que o preço seria erguido, apesar
de existirem muitos disponíveis, de modo que os lugares de livre mercado
não funcionem. As pessoas não seriam capazes de comprá-los e,
gradualmente, mais e mais a população seria forçada em pequenos
apartamentos.

Apartamentos pequenos que não acomodam muitas crianças. Então, com o
número de verdadeiros proprietários de casas diminuindo, eles se
tornariam uma minoria. Não haveria nenhuma simpatia por eles pela
maioria que estará morando nos apartamentos e, em seguida, essas casas
poderiam ser tomadas pelo aumento dos impostos ou outros regulamentos
que seriam prejudiciais para a casa própria e isto seria aceitável para a
maioria. Em última análise, seria atribuído às pessoas onde viveriam e
seria comum não-membros da família morarem com você.

Isto
mostra o quanto você não pode confiar em ninguém. Tudo isto seria sob o
controle de uma carcaça autoritária central. Tenha isso em mente, em
1990, quando eles perguntam: “Quantos quartos tem em sua casa? Quantas
salas de banho há em sua casa? Você terminou uma sala de jogos? “Esta
informação é pessoal e não é de interesse nacional para o governo, sob a
nossa Constituição vigente. Mas você será solicitado a responder essas
questões e decidir como você deseja responder a elas.


A CHEGADA DO SISTEMA TOTALITÁRIO GLOBAL

Quando o novo sistema assumir o controle, as pessoas deverão assinar
fidelidade a ele, indicando que elas não têm quaisquer reservas ou
manter-se sob o sistema antigo. “Não haverá qualquer sala”, disse ele,
“para pessoas que não seguirão com o novo sistema”.

Não podemos ter essas pessoas bagunçando o lugar, essas pessoas seriam
levadas para lugares especiais “, e aqui não me lembro das palavras
exatas, mas a inferência que eu desenhei desses lugares especiais, para
onde eles serão levadas e em seguida, que não iriam viver muito tempo.
Ele pode ter dito algo como: “eliminados de forma humana”, mas eu não me
lembro com muita precisão, apenas a impressão de que o sistema não iria
apoiá-los quando eles não seguissem junto ao sistema. Isso deixaria a
morte como a única alternativa.

Em algum lugar, nesse sentido,
ele disse que não haveria qualquer mártir. Quando eu ouvi isso pela
primeira vez, eu achava que significava que as pessoas não seriam
mortas, mas conforme a apresentação se desenvolveu, o que ele quis dizer
foi que não seria morto de tal forma, ou disposto de tal maneira que
eles pudessem servir de inspiração para outras pessoas seguiram a
maneira mártir.

Ao contrário, ele disse algo como isto: “As pessoas vão simplesmente
desaparecer.”Apenas alguns itens adicionais, lançados aqui no final, que
eu não incluí onde eles pertencem mais perfeitamente. Sobre trazer o
novo sistema, ele disse, provavelmente, que ocorreria em um fim de
semana no inverno. Tudo iria encerrar nesta sexta-feira à noite e
segunda de manhã, quando todo mundo estivesse acordado, haveria um
anúncio de que o novo sistema estava implantado.

Durante o processo, no sentido de ter os Estados Unidos preparado para
estas mudanças, todos estariam ocupados com menos tempo de lazer e menos
oportunidade para realmente olhar e ver o que estava acontecendo ao seu
redor. Além disso, não haveria mais mudanças e mais dificuldade em
manter-se, tanto quanto os próprios investimentos. 


Instrumentos de investimento seriam alterados. As taxas de juros seriam
alteradas, de modo que seria um trabalho difícil manter-se com o que
você já ganhou. Interessante sobre automóveis, que ficaria como se não
houvesse muitas variedades de automóveis, mas quando você olhar muito de
perto haveria duplicação grande. Eles seriam feitos para olhar
diferente, com cromados e rodas tampas e esse tipo de coisa, mas olhando
de perto, veria que o mesmo automóvel foi feito por mais de um
fabricante.

Isto me veio recentemente quando eu estava em um estacionamento e vi um
pequeno Ford – eu esqueço o modelo – e um pequeno automóvel japonês, que
eram idênticos, exceto por uma série de coisas como o número de buracos
na tampa da roda e do cromo em torno da placa e da forma da grelha. Mas
se você olhar para as partes básicas do automóvel, eles eram idênticos.
Eles foram estacionados lado a lado, onde fiquei impressionado com isso
e eu foi novamente lembrado do que havia sido dito há muitos anos.
Estou correndo aqui porque eu estou quase no final da fita.

Deixe-me resumir aqui por dizer, todas essas coisas ditas por uma pessoa
ao mesmo tempo em um só lugar relativa a tantas diferentes atividades
humanas e, em seguida, olhar e ver quantas delas realmente aconteceram.
Significado das mudanças realizadas entre ontem e hoje [1969 – 1988] e
as coisas que estão planejadas para o futuro. Eu acho que não há como
negar que este mundo é controlado e há de fato uma conspiração.


A questão torna-se então o que fazer. Acho que em primeiro lugar,
devemos colocar nossa fé em Deus e orar e pedir sua orientação. E em
segundo lugar fazer o que pudermos para informar outras pessoas, tanto
quanto possível, tanto quanto elas possam estar interessadas. Algumas
pessoas simplesmente não se importam, porque estão preocupadas com a
interação em seus próprios esforços pessoais.

Mas, tanto quanto possível, eu acho que devemos tentar informar outras
pessoas que possam estar interessadas, e, novamente, colocar a nossa fé e
confiança em Deus e orar constantemente por sua orientação e coragem
para aceitar o que podemos estar enfrentando em um futuro próximo. Ao
invés de aceitar a paz e a justiça que tanto ouvimos agora. É um clichê!
Vamos insistir na liberdade e justiça para todos.”

Leia mais: http://www.libertar.in/2012/04/relato-de-um-insider-revela.html#ixzz1rhHeCPsB

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta