Peguem seus baldes! Fórum Mundial da Água começa com alertas sobre escassez

O
Sexto Fórum Mundial da Água foi inaugurado na manhã desta segunda-feira em
Marselha, no sul da França, com milhares de delegados que discutirão como
encontrar soluções para garantir o acesso à água doce em condições sanitárias
decentes para todos no mundo.

Sob
o lema “É hora de soluções”, o Fórum, que reúne durante seis dias
chefes de Estado e de governo, ministros e representantes de empresas e da
sociedade civil de 140 países, foi inaugurado pelo primeiro-ministro francês
François Fillon.
Esta
reunião sobre a água, realizada a cada três anos, foi aberta com chamados de
advertência das Nações Unidas de que a mudança climática e o crescimento
demográfico provocaram um aumento da pressão sobre a água, o que obriga a
repensar como satisfazer esta galopante demanda do líquido.
Declarando
que “os desafios são imensos e os números são tenazes”, o chefe de
governo francês lembrou que “o número de seres humanos que não têm acesso
à água salubre são contabilizados em bilhões”.
E
“o número de mortos a cada ano devido aos riscos sanitários é contado em
milhões”, acrescentou Fillon. “Esta situação não é aceitável”,
declarou o primeiro-ministro, que é também titular do ministério de Ecologia da
França.
A
reunião deverá ser concluída com propostas sobre como aliviar a crescente
pressão sobre este valioso recurso e como repartir melhor a água potável, já
que cerca de 800 milhões de pessoas no mundo não têm acesso a ela.
O
alarmante estudo da ONU apresentado nesta segunda-feira diante do Fórum de
Marselha ressaltou que as mudanças climáticas, com suas consequentes secas e
inundações, estão agravando a situação da água, ao derreter as geleiras e
provocar mudanças nos padrões de chuva, o que impacta seriamente nas fontes de
água.
Fonte: http://noticias.terra.com.br
Analise
do blog:
É
estranha essa notícia, já estão falando há muito tempo sobre uma possível escassez
de água no mundo todo. Em São Paulo esta prevista para daqui a 10 anos ter um
mega racionamento de água em toda cidade, no entanto, faço as seguintes
perguntas:
– Por
que não criam mecanismo sustentáveis para tratar a água para população poder usufruir?
–  Por que não há investimentos tecnológicos para
tratar e distribuir a água em regiões onde a falta dela é evidente?
Engraçado,
eu não tenho dados técnicos e nem científicos para corroborar com esta afirmação,
mas o que chove na cidade de São Paulo e em outras cidades brasileiras não esta
escrito no gibi, água tem, mesmo que for  de chuva e em proporções enormes, o que falta
é políticas  publicas de saneamento e
tratamento da água que possa suprir toda demanda, mas os nosso legisladores preferem
discutir leis fúteis e menos  importantes
como a lei geral da copa 2014.
É
consenso comum que não  existe aquecimento
global como a comunidade cientifica marionete da elite afirma, todavia,não
custa nada economizar um pouco a água, ela é de suam importância para nossa sobrevivência.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta