Legista recebe ligações dizendo que Whitney foi assassinada

O
legista que ficou responsável pela investigação da morte de Whitney Houston
anda recebendo ligações suspeitas, de acordo com o site TMZ. O médico afirma
que já atendeu diversos telefonemas de pessoas que dizem ser parentes de
Whitney ou de seu ex-marido, Bobby Brown, e todas elas afirmam que a cantora
foi assassinada. Ele também tem recebido e-mails com o mesmo conteúdo. 

Pelo
menos uma pessoa, até agora, já afirmou ter informações que fortaleceriam a
tese de assassinato e pediu uma investigação aprofundada.
Leia
Mais
 
O
legista não conseguiu verificar se as pessoas eram parentes da cantora ou não,
mas já afirmou que não havia nenhum indício no quarto de Whitney que levasse a
polícia a crer em assassinato. A causa da morte, porém, só deve sair junto com
os resultados dos exames toxicológicos.
Whitney
foi encontrada morta no mês passado, dentro de um dos quartos do hotel Beverly
Hilton, onde ela estava hospedada para uma festa pré-Grammy. O corpo da cantora
foi achado na banheira, o que levantou suspeitas iniciais de afogamento, que
caíram por terra mais tarde. A polícia suspeita que ela tenha morrido em
decorrência de uma overdose de remédios controlados para dormir e álcool.
Neste
domingo, será exibida nos Estados Unidos a primeira entrevista da filha de
Whitney, Bobbi Kristina, concedida à apresentadora Oprah Winfrey. Também de
acordo com o TMZ, a menina decidiu falar com Oprah não por dinheiro, mas porque
confia na apresentadora. “Oprah foi leal à minha mãe e nunca a fez parecer
uma pessoa ruim”, teria dito Bobbi aos amigos.
Comentário
Semeando***
Eu
não duvido dessa hipótese de assassinato, veja no vídeo a seguir a tese que
corrobora com esta notícia.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

One thought on “Legista recebe ligações dizendo que Whitney foi assassinada”

Deixe uma resposta