Irã anuncia o seu mais novo avião não tripulado “DRONE”, engenharia reversa?

O
Irã anunciou neste sábado a construção de um novo avião não tripulado para uso
militar e de observação, que batizou de Shaparak (borboleta), informou a
imprensa local.
A
aeronave pode atuar em um raio de 50 quilômetros a partir de sua base, voar a
altura máxima de 5.000 metros pelo período de até 3h30, além de ter capacidade
de transportar oito quilos de carga, detalhou a emissora oficial iraniana em
inglês “PressTV”.

Reza
Danandeh Hakamabad, engenheiro responsável pelo projeto, revelou neste sábado
que o avião é impulsionado por dois motores cilíndricos e equipado com três
câmeras digitais de alta resolução, cujas imagens são enviadas à base.


Hakamabad
detalhou que a aeronave pode desempenhar missões militares, vigilância de
fronteira, florestal, de estradas e de oleodutos, ainda busca e resgate e
transporte de pequenas cargas.

Nos
últimos anos, o Irã anunciou a fabricação de diversos tipos de aviões
não-tripulados, a maior parte variações do modelo Ababil. Desde 2009, o país
afirma que dispõem desses equipamentos com tecnologias que os tornam
indestrutíveis.
Quase
diariamente as autoridades iranianas divulgavam o desenvolvimento de novos
equipamentos de fabricação local destinados ao arsenal militar, tanto para as
forças terrestres, quanto para as navais e aéreas.
Análise
do blog:
É
fascinante quando o homem utiliza-se de uma tecnologia e reverte a seu favor,
foi o caso do Irã, no ano passado, a nação persa abateu sem avaria, um avião não tripulado dos EUA, conhecido como Drone.

O Irã certamente desmontou e estudou cada circuito, aparelho e tecnologia desse
Drone, e utilizou-se  do processo de
engenharia reversa para construir o seu próprio avião não tripulado, não descarto a hipótese de  ter empregado  tecnologia
americana para construir seu próprio drone. De caça a caçador, vamos ver qual será o destino desse avião.

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta