Irã suspende venda de petróleo à França e ao Reino Unido

O Irã suspendeu as vendas de
petróleo às companhias petroleiras francesas e britânicas, anunciou neste
domingo o porta-voz do ministério iraniano de Petróleo, Alireza Nikzad.A notícia foi oficialmente divulgada através do site do
Ministério.

Neste sábado, navios de guerra iranianos entraram no Mediterrâneo
para “mostrar o poder” da República Islâmica, em um momento de
crescente tensão do país com Israel pela crise nuclear e os atentados
anti-israelenses na Índia e na Tailândia.

O anúncio da presença da marinha iraniana no Mediterrâneio foi
feito pelo comandante chefe da marinha, o almirante Habibolá Sayyari, após os
navios atravessarem o Canal de Suez, conforme citado pela agência oficial Irna.

Ao mesmo tempo, no entanto, o principal negociador do Irã para os
temas nucleares, Said Jalili, propôs em um encontro das potências do grupo 5+1
–Estados Unidos, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha– a retomada na
“primeira oportunidade” das negociações sobre o programa nuclear iraniano,
sempre e enquanto forem respeitados seu direito à energia atômica com fins
pacíficos.

O chanceler britânico William Hague, por sua vez, afirmou na
sexta-feira que as ambições nucleares do Irã poderiam desencadear uma
“nova Guerra Fria”, mais perigosa que a dos países ocidentais com a
ex-União Soviética.

Os 27 países-membros da UE (União Europeia) decidiram parar de
importar petróleo de Irã a partir de 1º de julho por conta do impasse em torno
do programa nuclear do país, que o Ocidente acredita ser destinado à construção
de bombas –fato negado pelo Irã.
Em 4 de fevereiro, o ministério iraniano do petróleo havia
antecipado que o país certamente cortaria as exportações para
“alguns” países da Europa.
Na quarrta-feira (15), a Press TV, emissora iraniana que transmite
em inglês, havia anunciado a interrupção das exportações de petróleo para seis
países europeus –Holanda, Grécia, França, Portugal, Espanha e Itália– em
retaliação às sanções às importações impostas pela UE. No entanto, Teerã negou
em seguida as informações.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta