Câncer pode estar ligado à poluição de fábricas na China, afirma Greenpeace

O
Greenpeace denuncia que na China existem mais de 400 “aldeias do
câncer”, lugares que têm uma taxa muito elevada dessa doença. Todas essas
localidades estão próximas a fábricas que manipulam produtos cancerígenos.
Xiedian
é uma das chamadas aldeias do câncer, onde os casos desta doença dispararam por
causa das fábricas poluentes. Até há pouco tempo, Fon Yun vivia nesta casa com
a família, suas duas filhas e sua mulher.

As
meninas contraíram leucemia, uma delas morreu e a outra está muito doente.
“Sempre brincavam fora e bebiam água do poço”, lamenta Yun, que agora
dedica sua vida a demonstrar a relação entre o câncer, que matou pelo menos
outros 50 moradores da zona, e a grande fábrica de aço da localidade.

Câncer pode estar ligado à poluição de fábricas na China

Please follow and like us:

Você pode gostar também

2 thoughts on “Câncer pode estar ligado à poluição de fábricas na China, afirma Greenpeace”

  1. E não só na China.
    As vezes fico pensando, como o índice de câncer aumentou nos últimos anos… Tempos atrás não se via tantos casos assim (Pode ser só impressão minha).

    Hoje em dia, tudo que é porcaria industrializada tem alguma coisa nociva para o corpo… Não me admira que isso possa influenciar…

    1. Daniel

      Não tenha duvidas que muitos produtos industrializados são prejudiciais a saúde: vão desde alimentos a shampoo para crianças, refrigerantes e alimentos já foram comprovados que na suas composições existem substancia cancerígenas.

Deixe uma resposta