Bíblia com 1500 anos é descoberta na Turquia e Vaticano demonstra preocupação com conteúdo do livro

Uma
bíblia de 1500 anos foi descoberta na Turquia, após a prisão de uma quadrilha
que comercializava antiguidades de forma ilegal. O livro, feito em couro
tratado e escrito em um dialeto do aramaico, língua falada por Jesus, tem as
páginas negras, por causa da ação do tempo.

Segundo
informações do site Notícias Cristãs, peritos avaliaram o livro e garantiram
que o artefato é original. A descoberta do livro se deu em 2000, e desde então,
vinha sendo mantido em segredo, guardado em um cofre-forte na cidade de Ancara.

Estima-se
que o valor do livro chegue a 20 milhões de euros, dada sua importância
histórica. Após a divulgação da descoberta, o livro foi considerado patrimônio
cultural e após a restauração que será feita, o livro será exposto no Museu
Etnográfico de Ancara.


informações de que o Vaticano demonstrou preocupação com a descoberta do livro,
e pediu às autoridades turcas que permitissem que especialistas da Igreja
Católica pudessem avaliar o livro e seu conteúdo, que se suspeita, contenha o
“Evangelho de Barnabé”, escrito no século XIV e considerado controverso, por
descrever Jesus de maneira semelhante à pregada pela religião islâmica.
Assista
abaixo à reportagem sobre a descoberta da Bíblia de 1500 anos:
Please follow and like us:

Você pode gostar também

4 thoughts on “Bíblia com 1500 anos é descoberta na Turquia e Vaticano demonstra preocupação com conteúdo do livro”

  1. BEM PENSADO! SE A BIBLIA TEM 1500 ANOS SERIA DO SÉCULO VI (+ OU -)…E BARNABÉ ESCREVEU NO SÉCULO XIV SEGUNDO DIZEM AÍ…TEM ALGO ERRADO NA INFORMAÇÃO, CUIDADO COM O VATICANO SE ELES TIVEREM ESSE ACHADO EM MÃOS ELE JA ERA!!!!

Deixe uma resposta