Farsa a caminho: Diplomata venezuelana é acusada de ciberataque a computadores do governo dos EUA

A Casa Branca expulsou a cônsul-geral da Venezuela
em Miami, Livia Acosta Noguera, em meio a investigações do FBI sobre uma
potencial participação da diplomata na elaboração do plano de um ciberataque a
computadores do governo dos EUA.

O
Departamento de Estado norte-americano divulgou neste domingo que passou a
considerar Noguera persona non grata e que ela deveria deixar o país até
terça-feira. Segundo o porta-voz do órgão, Mark Toner, o governo da Venezuela
foi avisado sobre a decisão na sexta-feira e o motivo da expulsão não será
divulgado, já que conforme o artigo 23 da Convenção de Viena sobre relações
consulares essa informação não deve ser obrigatoriamente revelada.

Em dezembro,
um documentário da rede de televisão Univision chamado “A Ameaça
Iraniana” afirmou que Noguera teria discutido um possível ciberataque ao
governo dos EUA quando trabalhava como diplomata da embaixada venezuelana no
México.
O
documentário foi baseado em gravações de conversas dela e de outras autoridades
e insinua que as missões diplomáticas de Cuba e do Irã também estariam envolvidas
no planejamento, além de afirmar que Noguera estaria buscando informações sobre
os servidores de usinas nucleares dos EUA, citando como fonte gravações de
áudio e vídeo de estudantes da Universidade Nacional Autônoma do México
.
O
Departamento de Estado dos EUA considerou as informações “muito
perturbadoras” e disse que o FBI abriu uma investigação sobre o assunto
logo após o documentário ser televisionado. As informações são da Associated
Press. (Equipe AE) Fonte: http://br.noticias.yahoo.com
Comentário Semeando
Já dissemos muitas vezes
aqui no blog, que o próximo alvo do império genocida do Tio Sam, será a  retirada do
presidente da Venezuela Hugo
Chávez do poder, ele é um opositor declarado da Nova Ordem Mundial, e ameaça os
“planos” da elite fascista com declarações polêmica.
Eis um por pretexto para
os EUA impor sanções à Venezuela, com esta suposta acusação ao meu ver, bem duvidosa,
foi  o mesmo teatro, hoax fabricado nos
fundos do quintal da Casa Branca no final do ano passado, que acusou O Irã de
ter mandado matar o embaixador saudita em pleno território americano, esta
mesma farsa se repete, e mais uma falsa acusação é fabricada descaradamente.
Coincidência, esta
acusação veio a tona justamente no mesmo mês que o presidente Iraniano Mahmoud
Ahmadinejad faz uma visita a américa latina, e a seu bom amigo Hugo Chávez!
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta