Confirmado: Vaticano sugere a criação de uma AUTORIDADE pública MUNDIAL

Para quem ainda tinha
dúvidas, eles próprios confirmam… Vaticano sugere a criação de uma
“AUTORIDADE PÚBLICA MUNDIAL”… Em prol do “bem comum da
humanidade e do futuro” (futuro de quem? Só se for deles mesmo…).

O Pontifício Conselho da
Justiça e da Paz publicou, nesta segunda-feira, uma nota sobre a reforma do sistema
financeiro internacional, sugerindo a criação de uma autoridade pública mundial
a serviço do bem comum.

O documento foi
apresentado hoje na Sala de Imprensa da Santa Sé pelo presidente desse
organismo vaticano, Cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson.
“A criação de uma
autoridade pública mundial, a serviço do bem comum é o único horizonte
compatível com as novas realidades do nosso tempo” – lê-se na nota que
oferece uma contribuição aos governantes e aos homens de boa vontade diante da
atual crise econômica e financeira mundial.
Segundo o Pontifício
Conselho da Justiça e da Paz, “hoje está em jogo o bem comum da humanidade
e o futuro”, pois mais de um bilhão de pessoas vive com pouco mais de um
dólar por dia, e aumentaram as desigualdades no mundo, gerando tensões e
imponentes movimentos migratórios.
“Ninguém pode aceitar
o desenvolvimento de alguns países em detrimento de outros. Se não colocarmos
um fim às injustiças que afetam o mundo, os efeitos negativos no plano social,
político e econômico irão criar um clima crescente de hostilidade e violência,
até afetar as bases das instituições democráticas” – frisa o documento.
Segundo a nota, as causas
da crise são provenientes de num liberalismo econômico sem regras e sem
controles, e em três ideologias que têm um efeito devastador: utilitarismo,
individualismo e tecnocracia.
Por um mercado a serviço
da ética é necessário recuperar a primazia da ética e da política nas finanças,
daí a proposta de “medidas de tributação das transações financeiras
através de tarifas justas, para contribuir na criação de uma reserva mundial a
fim de apoiar as economias dos países atingidos pela crise, e a reabilitação de
seu sistema monetário e financeiro”; “formas de recapitalização dos
bancos com fundos públicos condicionando o apoio a comportamentos virtuosos e
finalizados a desenvolver a economia real”. (MJ)
Please follow and like us:

Você pode gostar também

4 thoughts on “Confirmado: Vaticano sugere a criação de uma AUTORIDADE pública MUNDIAL”

  1. Bem, acho que todos ja estavam a espera disso.O que nao percebo e qual e o interesse da igreja na economia mundial. O Vaticano nao deveria estar mais preocupado com todos os milhares de criancas,mulheres,idosos que morrer todos os dias injustamente?

  2. "Mas como já diz na Bíblia é preciso que todas essas coisas aconteçam para que se cumpram as profecias" talvez seja por isso que ao primeiro instante a gente não entenda o que tem o vaticano a ver com sistema econômico mundial.Que Deus nos abençoe a todos.

  3. @simone
    O vaticano é um Estado e sempre teve influência na política, no caso da igreja, desde século passado, não é diferente dos dias de hoje. O vaticano na pessoa do Papa quem um único sistema financeiro (moeda) é um lidere global (anticristo) não se iluda, os inimigos dos homens serão da sua própria casa.

Deixe uma resposta