Nova-iorquinos protestam contra crise econômica criada pela Nova Ordem Mundial

A Polícia de Nova York
deteve neste sábado (24) 80 pessoas relacionadas com o movimento de protesto
por causa da crise econômica, chamado “Occupy Wall Street”, quando se
manifestavam no centro da cidade, segundo informaram fontes policiais. “Houve
cerca de 80 detenções, principalmente de indivíduos que bloqueavam o trânsito e
as áreas de pedestres, assim como por terem resistido a ser detidos e obstrução
à administração governamental, incluindo em um caso de ataque a um agente da
polícia”, assinalou a polícia nova-iorquina em comunicado.

O movimento de protesto está há pouco mais de uma semana realizando um
acampamento no sul de Manhattan contra o sistema financeiro americano, a
corrupção e a “avareza” das companhias do país. As detenções deste
sábado aconteceram em uma praça central do sul da cidade, Union Square, onde
também a polícia da cidade tinha desdobrado vários agentes.

Segundo os organizadores do protesto, citados por “The New York
Times”, os detidos são 85 pessoas. Deles, cinco disseram que tinham sido
borrifados com spray de pimenta. As manifestações foram coordenadas por um
grupo de ativistas nova-iorquinos denominado “General Assembly”,
informa esse jornal.

A maioria dos “indignados” nova-iorquinos que protesta contra a crise
econômica global permanece acampada em dois parques privados do sul da cidade,
onde podiam ficar se tivessem a autorização de seus proprietários.

Após os incidentes, vários manifestantes voltaram para suas zonas de camping,
segundo o jornal nova-iorquino.

Esta semana foram detidas outras 16 pessoas por terem pintado grafitis ou
usarem máscaras como a que aparece no filme “V de Vingança” (2006),
pois segundo detalhou então à Efe uma porta-voz oficial uma lei do estado de
Nova York que data de 1845 proíbe que duas ou mais pessoas usem máscaras em uma
mesma concentração.

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta