Benjamin Fulford denúncia a criação de um novo sistema financeiro

Tradução de Carla Cancellara
Na semana passada, uma reunião secreta de 57 Ministros das Finanças
destinada à criação de um novo sistema financeiro internacional teve lugar num
grande navio em águas internacionais perto da Europa, de acordo com
representantes da White Dragon Society que estavam lá. A reunião, que teve
lugar na Suiça, deliberadamente excluiu representantes do US Federal Reserve
Board e seu subsidiário Washington DC, França, Itália, Reino Unido, Japão e
Alemanha. 

Países como Rússia, China e Holanda estavam entre os 57
representados. Representantes do Pentágono e das agências dos EUA na reunião
prometeram ignorar o Federal Reserve Board e usar seu acesso aos códigos para
as contas internacionais para financiar o complexo militar-industrial dos EUA
em conjunto com o novo sistema.
Os suiços usaram sua inteligência financeira para recusar aqueles que
seriam seus participantes que estavam de alguma forma associados tanto com o
Grupo Bilderberg, o Council on Foreign Relations ou a Comissão
Trilateral. Entre as entradas recusadas estavam as de Naoto Kan (ainda
Primeiro Ministro do Japão), a chefe do FMI Christine Lagarde, e o senador
americano J. Rockefeller. Rockefeller estava na verdade fisicamente
impedido de embarcar no navio, de acordo com duas testemunhas oculares.
Houve uma tentativa por membros da antiga quadrilha fascista da velha
ordem mundial para espionar os encontros com helicópteros. Os helicópteros
também estavam preparando-se para atacar o navio com armas de pulso antes de
serem avisados por white hats do pentágono e forçados a deixar a vizinhança,
dizem fontes da CIA.
Uma fundação será criada como um veículo para financiar o complexo
militar-industrial para assegurar que folhas de pagamento continuem a ser
atendidas nas agências e no Pentágono durante a transição para um governo
constitucional nos Estados Unidos, disseram as fontes. A fundação vai, como
medida temporária por motivos de segurança, excluir todos membros da seita
khazariana sabbateísta, incluindo também, qualquer duplo cidadão EUA / Israel.
Elementos americanos e europeus do White Dragon Society estarão
preparando processos judiciais para assegurar a prisão de todos os líderes
conspiradores de um plano para assassinar mais de 85% da população do mundo.
Vídeos de 5 cidades subterrâneas separadas, com complexos agrícolas completos,
foram mostrados para participantes da reunião como evidência do genocídio
planejado para 2012.
Em um desenvolvimento relacionado, várias fontes afirmam que duas das
cidades subterrâneas, uma perto de Washington DC e outra perto de Denver,
Colorado, foram destruídas por armas nucleares na semana passada. Algumas
fontes, também ligadas a círculos de inteligência, no entanto, negam que tal
ataque ocorreu.
No entanto, se o gráfico sismográfico do dito terremoto que atingiu
Washington DC na semana passada não é um fake, então parece que de fato uma
arma nuclear foi detonada em ou perto de uma conhecida instalação subterrânea.
Em vez de mostrar uma série de terremotos pequenos edificando-se em um enorme
como visto em terremotos naturais, o gráfico mostra uma agitação súbita enorme seguida
por pós-choques menores típicos de uma explosão.
A mensagem para a quadrilha parece ser simples: “vocês não terão
acesso aos seus abrigos subterrâneos, enquanto o resto de nós morrerá”
Também é interessante notar que vários representantes governamentais
sul-americanos na reunião dos 57 países no navio prometeram começar a confiscar
terra comprada pela facção genocida em países como Uruguai, Paraguai e
Argentina. Isto significa, por exemplo, que o rancho de Bush no Paraguai será
apreendido em breve.
No Japão, enquanto isso, um novo primeiro-ministro foi selecionado, que
parece estar fora do controle da quadrilha sionista. Yoshihiko Noda é um
graduado da academia Matsushita, que representa um elemento moderado,
nacionalista e pró-negócios do establishment japonês. Mais importante,
candidatos contaminados por Rockefeller ligados ao ex-lobista Ozawa, como Banri
Kaeida e o xodó sionista Seiji Maehara, foram excluídos.
Haverá um grande impulso nas próximas semanas para começar a expurgar
escravos sionistas do establishment político, militar e burocrático japonês. O
expurgo será concentrado em apenas alguns traidores chave de alto nível. Mais
importante, considerando que o ex primeiro-ministro Junichiro Koizumi fugiu
para a Coreia do Norte, é agora a vez para o ex-primeiro-ministro Yasuhiro
Nakasone e seus patetas Rockefeller se renderem.
A White Dragon Society estará demandando a figuras underground e de
direita japonesas esta semana que agora cessem toda cooperação com a facção
sionista genocida. Eles serão excluídos do novo sistema financeiro se não
concordarem. Aliados da White Dragon estão dispostos e capazes de ir à guerra
sobre esta questão.
O editor de uma grande revista japonesa, por sua vez, aproximou-se da
White Dragon Society na semana passada com evidências de que Hisashi Owada, um
juiz do Tribunal Internacional de Justiça em Haia, é um escravo sionista.
Enquanto no Japão, Owada foi responsável por desligar revistas e colocar
jornalistas na lista negra em nome de seus senhores sionistas.
Owada é o pai da princesa Masako. Masako estava morando com o seu
namorado Ministro das Relações Exteriores e rejeitou muitos convites para se
casar com o príncipe herdeiro. Como resultado, o namorado foi transferido para
o exterior, onde morreu de repente em um acidente de carro. Masako, em seguida,
sentiu-se obrigada a casar com o príncipe herdeiro. O imperador e sua família
têm sido chantageados pelos sionistas sobre isso.
A humanidade em breve será libertada.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta