Stephen Hawking diz: Partícula de Deus não existe

Em meio ao alvoroço do lançamento do Grande Colisor de Hádrons (LHC) em 2008, o físico Stephen Hawking criou polêmica ao dizer publicamente que apostava que o colisor não encontraria o bóson de Higgs, conhecido como a partícula de Deus, cuja existência comprovaria as teorias de base do modelo padrão de Física. A teoria da partícula é amplamente aceita entre a comunidade científica, o que fez a declaração de Hawking parecer mera provocação, como informou a revista Scientific American.

Mas com o passar dos anos, a partícula de Deus parece cada vez mais distante e, até agora, cientistas só conseguiram provar onde ela não está, sem encontrar indícios de sua localização. Quando Hawking publicou suas dúvidas a respeito dos experimentos, o cientista Peter Higgs, autor da teoria sobre o bóson que leva seu nome, tomou a declaração como uma ofensa pessoal e reclamou da postura do britânico. Mas, pelo que indicam as pesquisas até o momento, Hawking poderá ganhar a aposta e um pedido de desculpas.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

One thought on “Stephen Hawking diz: Partícula de Deus não existe”

  1. O problema não está na crença da existência ou não de Deus, pois se existimos é porque algo nos criou. O problema está na natureza do criador. O Universo é infinito, portanto, nada pode criar o Infinito, uma vez que nada pode ser maior que ele. Então só nos resta uma alternativa: O próprio Universo é o criador. Mas como o Universo seria o próprio criador? Sabemos que tudo no Universo é regido por uma linguagem matemática. Hoje, os cientistas já sabem que o universo todo é permeado por uma energia. Eles a chamam de Energia Escura, porque não a vêem. Ora, uma Energia infinita e regida por uma linguagem matemática é uma ENERGIA INTELIGENTE. Logo, o próprio Universo é um campo infinito de energia inteligente, mas não Consciente, pois não faz sentido a existência de um ser que não conhece sua própria dimensão, já que é infinito (pelo menos, segundo Huberto Rohden esta forma de consciência que conhecemos). Esta teoria se encaixa na filosofia taoista que diz: Tao (o Universo Imanifesto, Deus) gera Ki (uma energia secundária já pertencente ao universo relativo), pois se divide em Yang e Yin e gera tudo que existe. É daí, talvez, que surgiu a frase “Deus criou o universo” traduzindo como Tao (o Universo Infinito) criou Ki (o universo relativo), somente assim ela faz sentido. Para quem quer se aprofundar neste assunto escrevi o livro O MITO DO DEUS PAI publicado pela EDITORA BIBLIOTECA 24X7 e que pode ser adquirido diretamente no SITE DA EDITORA ou na LIVRARIA CULTURA. Ele discute o Universo Inteligente, senhor de sua própria criação. Entretanto, este não é um livro materialista, pois mostra que somos quantidades ínfimas de energia gerada pela vibração da Inteligência Infinita e que adquirimos consciência através das sucessivas reencarnações em corpos materiais até evoluirmos para Seres Superiores (Espíritos de Luz).
    Infelizmente, este é um assunto sobre o qual as pessoas se recusam a falar e até a pensar. Elas têm medo, horror mesmo do desconhecido e isso leva ao comodismo de aceitar as explicações burlescas dos religiosos inclusive de que quando se sofre é por que o deus pai gosta muito de nós e está nos pondo a prova para ver o grau de nossa fé. Esta é a desculpa que os religiosos têm para justificar a miséria humana. Esta é uma atitude de transferência dos nossos pais biológicos que nos protege quando criança para um pai mais poderoso que nos protegerá quando adultos. Recebi um E-mail que trazia uma lenda cherokee da iniciação de um jovem ao estado adulto. Nela ele ficava de olhos vendados a noite toda a mercê de toda sorte de perigos, mas ao acordar e tirar a venda dos olhos viu que seu pai estava ao lado dele o tempo todo. Comparava a mensagem a Deus nos protegendo. Respondi então: Se Deus está ao nosso lado, por que então ele não protege seus "filhos" como o pai do índio e evita tanta desgraça, tanto assassinato no meio do mundo. Pedro Cabral Cavalcanti – pcabralcavalcanti@gmail.com

Deixe uma resposta