Cometa Elenin pode aniquilar a raça humana?

O cometa Elenin vai passar pelos nossos céus em Outubro. Por isso, estava a pensar escrever um post lá para Outubro, a avisar desse fenómeno.
No entanto, recebemos várias mensagens a pedir-nos para falarmos deste cometa, porque anda a ser dito pela net que ele nos vai matar a todos!!!
Por isso, temos que aceder a esses pedidos, porque além de ser de interesse público, quem realmente faz o blog são os leitores – no sentido que são vocês que nos têm que dar um feedback daquilo que acham que tem maior ou menor interesse.

Deixem-me começar por referir uma coisa importante: Literacia Funcional.
Para este caso, há 2 características da Literacia Funcional que me parece que são importantes de realçar:
– consultar os especialistas: em caso de dúvida, devem perguntar aos especialistas. Isso foi o que alguns de vocês fizeram. Não que eu seja especialista em cometas especificamente (não sou!), mas este sítio é especialista em transmitir-vos notícias de astronomia. Logo, fizeram o que deviam fazer: perguntar-nos sobre algo de astronomia! Daí que, desde já, Parabéns! Demonstraram Literacia Funcional ao não acreditar em qualquer coisa que lessem pela net, mas sim perguntando a quem poderá saber mais sobre o tema.
– pensamento crítico: o pensamento crítico permite-nos, por exemplo, termos uma noção histórica dos fenómenos e podermos construir padrões de conhecimento. Por exemplo, se eu puser a minha mão sobre a placa/discos por cima do fogão, e me queimar, e se fizer isso mais 2 ou 3 vezes em criança, então vou aprendendo que não devo fazer isso. Por isso, mesmo sem saber nada sobre o cometa, posso olhar para todas as profecias de fim do mundo e perceber que todas servem para roubar dinheiro às pessoas: para assustá-las com mentiras e leva-las a doar dinheiro, a comprar livros, etc. Sendo assim, a conclusão inicial, sem olhar para mais nada, é que isto não passa de mais um truque para assustar as pessoas de modo a “vender algum produto” (mesmo que seja simples marketing de sítios na net) – pessoas assustadas são mais fáceis convencidas de tudo e mais alguma coisa. No caso específico dos cometas, este truque tem sido usado constantemente. Assim de repente, lembro-me do cometa Hale-Bopp em 1997, do cometa Halley em 1986, e do exemplo mais notório disto que foi o cometa Halley em 1910 – em que se instalou o pânico, um pouco por todo o lado, já que se dizia que o cometa era enorme, ia bater cá e nos ia matar a todos, e posteriormente se dizia que era a cauda que ia passar pela atmosfera da Terra, e como tinha constituintes venenosos, ia matar toda a gente. Só se iam salvar, aqueles que comprassem os livros sobre isso, e aqueles que comprassem poções milagrosas para prevenir o veneno de entrar no nosso corpo. Ou seja, os pseudos fizeram montes de dinheiro à custa de vigarizar as pessoas com mentiras.
O mesmo caso se passa agora.
Vejam o que dizem as notícias sobre este cometa:
a) irá bater na Terra.
b) ninguém sabe o seu tamanho, e por isso poderá ser enorme, destruindo a Terra.
c) o cometa poderá até ser uma anã castanha, que obviamente provocará uma enorme catástrofe a 16 de Outubro!
d) este cometa poderá até ser o famoso planeta Nibiru que nos irá destruir a todos!
e) mesmo que não bata, as perturbações gravitacionais criarão enormes tsunamis, e até poderão fazer a Terra mudar de órbita.
f) já está tão perto de nós que ao alinhar-se connosco provocou os terramotos no Japão e no Chile.
g) a aproximação do cometa fará com que o campo magnético da Terra se inverta.
h) a aproximação do cometa fará com que a inclinação do eixo de rotação da Terra (que nos dá as estações do ano) se mexa, levando a um descontrolo, quer da inclinação quer evidentemente das estações.
i) a cauda do cometa tem constituintes nocivos que ao passar pela nossa atmosfera nos matarão por envenenamento.
j) a enorme cauda do cometa traz escondida uma frota de OVNIs com extraterrestres que vêm invadir a Terra.
k) os conspiradores dizem que o cometa chama-se Elenin, começando por ELE (Extinction Level Event), ou seja, o nome prova que é um código para um evento que nos irá extinguir!
Estas são as notícias catastróficas que fui lendo em algumas páginas, vídeos, e fóruns na net.
Poderão haver mais, mas não reparei.
Bem… o que dizer desta histeria?
 
É mais uma profecia de fim-de-mundo! Sempre os mesmos truques, sempre a mesma histeria, sempre as mesmas conspirações, sempre os mesmos resultados: pessoas que divulgam estas coisas são mentirosos e vigaristas!
Milhões de cometas têm passado pela Terra. E isto, só durante o tempo em que tem existido humanos.
Nunca nada disto se passou!
Houve na mesma essas tretas mentirosas para vigarizar as pessoas, mas o certo é que nenhum desses fenómenos depois se concretizou.
Por isso a 1ª coisa a fazer será pensar: isto tem sido dito várias vezes, e no entanto têm havido milhões de cometas e nunca nada disto se passou. Por isso, deverei acreditar agora?
 
Einstein responde-nos a esta pergunta na sua famosa frase: “Insanity: doing the same thing over and over again and expecting different results.” – “a definição de Insanidade é fazer a mesma coisa várias vezes e esperar resultados diferentes.” – ou seja, é insanidade continuarmos a acreditar sempre nas mesmas coisas, sabendo nós que isso sempre foi mentira.
Concluindo, para já, é obviamente MENTIRA tudo isto que foi dito para trás. Já foi dito dezenas de vezes, sempre com resultados negativos. É sempre o mesmo truque para enganarem as pessoas.
Vamos agora falar sobre os factos verdadeiros referentes ao cometa Elenin.
O cometa Elenin, de nome científico C/2010 X1, é um cometa de longa duração que foi descoberto a 10 de Dezembro de 2010.
Veio da teorizada Nuvem de Oort, que é um reservatório esférico de cometas que rodeia o sistema solar.
 
Não se sabe ainda quanto tempo dura a sua órbita, mas supõe-se que a última vez que passou por cá foi há 12 mil anos atrás… ou então quiçá há 600 mil anos atrás! (sim, é uma larga diferença… mas não se sabe ainda calcular com exatidão as pequenas mudanças de órbita de quando ele anda muito para lá de Neptuno). O que conta mesmo é que a última vez que ele passou por cá, o Homem ainda pensava que a chuva eram os deuses a chorar… ou então nem sequer ainda havia humanos!
O cometa foi descoberto pelo astrónomo Russo Leonid Elenin – o nome deste astrónomo é fantástico: o 1º nome pode ser ligado à chuva de estrelas 
Leónidas, e agora deu o último nome ao cometa. O astrónomo não sabia que os vigaristas iriam usar o seu nome, Elenin, para “provarem” que ele vai matar toda a gente.

O cometa terá ao todo menos de 10 kms, sendo que o que conta sempre é o núcleo, e esse tem cerca de 3 kms.

O núcleo do cometa Halley (1910 e 1986) é cerca de 15 kms, sendo que o cometa Hale-Bopp (1997) tinha um gigantesco núcleo de 60 kms.
Comparando 3 kms, com 15 kms e 60 kms, percebe-se facilmente que este cometa Elenin é demasiado pequeno.
Sabe-se que o cometa fará a sua maior aproximação ao planeta Terra no dia 16 de Outubro.
 
Nessa altura estará a cerca de 0.233 AU, o que corresponde a cerca de 35 milhões de kms de distância da Terra. Para terem uma ideia, esta distância é praticamente a mesma da distância que o planeta Vénus está da Terra quando se encontra do “nosso lado do Sol”.
Ou seja, só isto já dá para ver que o cometa estará… muito longe!
Mas atentemos então naquilo que se diz do cometa, e da verdade sobre o assunto:
a) irá bater na Terra.
Não. No ponto mais perto, irá estar tão longe da Terra como Vénus está.
b) ninguém sabe o seu tamanho, e por isso poderá ser enorme, destruindo a Terra.
Sabe-se o tamanho e é pequeníssimo. São somente 3 kms. Não destruiria a Terra mesmo que batesse cá (e não vai bater!), nem sequer acabaria com a humanidade.
c) o cometa poderá ser uma anã castanha, que obviamente provocará uma enorme catástrofe a 16 de Outubro!
Anãs castanhas são objetos entre planetas e estrelas. Ou seja, maiores (e mais massivos) que planetas, mas mais pequenos que estrelas.
O diâmetro da Terra é cerca de 13 mil kms. O diâmetro do planeta Júpiter é cerca de 143 mil kms.
Anãs castanhas são objetos um pouco maiores que Júpiter:
As anãs castanhas são maiores que 150 mil kms de diâmetro. O cometa Elenin tem 3 kms.
É preciso vigarizar de sobremaneira para dizer que o cometa é uma anã castanha…
Para perceberem que não é anã castanha, basta irem lá fora e perceber que não o conseguem ver no céu a olho nú.
Mais sobre este disparate de ser uma anã castanha, neste post.
d) este cometa poderá ser o famoso planeta Nibiru que nos irá destruir a todos!
Isto é algo que já se dizia para o cometa Hale-Bopp (1997). Na altura dizia-se que o planeta Hale-Bopp era uma mentira dos cientistas, e que na verdade era o cometa Nibiru que trazia os extraterrestres do sistema de Zeta Reticuli. Até o New York Times decidiu partilhar essa visão dos loucos vigaristas. Como já disse atrás, estes são truques para enganar as pessoas que são constantemente usados.
Na verdade, o planeta mais pequeno que conhecemos é Mercúrio que tem um diâmetro de cerca de 5000 kms. O cometa Elenin tem 3 kms.
É preciso vigarizar de sobremaneira para dizer que o cometa é um planeta…
Para perceberem que não é um planeta, basta irem lá fora e perceber que não o conseguem ver no céu a olho nú.
Mais sobre este disparate de ser o Nibiru, neste post.
e) mesmo que não bata, as perturbações gravitacionais criarão enormes tsunamis, e até poderão fazer a Terra mudar de órbita.
O cometa não vai bater.
O cometa é demasiado pequeno para provocar perturbações gravitacionais.
Vários cometas têm passado, maiores que este cometa e mais perto, e nada acontece.
f) já está tão perto de nós que ao alinhar-se connosco provocou os terramotos no Japão e no Chile.
Não existe qualquer alinhamento.
Se virem este vídeo pseudo, a falar neste aspecto, percebem as diarreias mentais que para aqui vão:

Ora, se pararem a imagem, percebem que a Terra, o Sol, e o cometa (vejam a posição dele) NÃO estão alinhados onde ela diz. Além disso ela faz “zoom out”, precisamente para as pessoas ainda serem mais enganadas. Toda a gente sabe que com “zoom out” as coisas parecem mais perto umas das outras.
Por outro lado, MESMO que houvesse alinhamento, isso não queria dizer nada. Todos os dias estamos alinhados com outros planetas de alguma forma, e nada disso se traduz em perturbações que provoquem terramotos. E os planetas são enormes, enquanto o cometa é minúsculo – ou seja, muito menos perturba.
Concluindo, este vídeo é totalmente disparatado.

g) a aproximação do cometa fará com que o campo magnético da Terra se inverta.
Cometas não têm campo magnético, logo não nos afetam dessa forma.
h) a aproximação do cometa fará com que a inclinação do eixo de rotação da Terra (que nos dá as estações do ano) se mexa, levando a um descontrolo, quer da inclinação quer evidentemente das estações.
Na sua maior aproximação o cometa estará muito longe. Além de estar longe, é demasiado pequeno. Logo, não tem qualquer efeito sobre nós.
i) a cauda do cometa tem constituintes nocivos que ao passar pela nossa atmosfera nos matarão por envenenamento.
Dizem que o cometa tem uma cauda de 900 mil kms. O mais perto que o cometa estará será a 35 milhões de kms. Ou seja, a cauda é muito mais pequena que a distância até à Terra.
Além disso, a cauda não deverá vir na direção da Terra.
Por fim, a cauda deverá ter pó, água, e alguns gases nocivos como monóxido de carbono. Mas tal como o cometa Halley, nem isso afetaria a atmosfera terrestre de modo a matar-nos… nem sequer vai estar perto da atmosfera terrestre!
j) a enorme cauda do cometa traz escondida uma frota de OVNIs com extraterrestres que vêm invadir a Terra.
A cauda do cometa não será o trenó do Pai Natal?
Como se sabe isto? Porque alguém que nunca olhou para o céu nem percebe a transparência das caudas dos cometas, decidiu dizer que isso era um segredo que só ele sabia…
Enfim…
k) os conspiradores dizem que o cometa chama-se Elenin, começando por ELE (Extinction Level Event), ou seja, o nome prova que é um código para um evento que nos irá extinguir!
Pronto… descobriram a conspiração! O tetra-tetra-tetra-…-avô do Dr. Elenin começou com esse nome de família, porque sabia que um dia um dos seus descendentes, centenas de anos depois, iria descobrir um evento que iria acabar com a Humanidade. E também sabia que centenas de anos depois, a esses eventos se chamaria ELE.
Enfim…
Concluindo: não há qualquer problema com o cometa Elenin!
Não acreditem nos pseudos! Não acreditem nos mentirosos!! Não acreditem nos vigaristas!!!
O que devem então saber do cometa Elenin?
Devem saber que em Outubro deveremos ter um espetáculo não muito bom pelos nossos céus.
O cometa fará a sua maior aproximação ao planeta Terra no dia 16 de Outubro.
O cometa é uma coisa minúscula, que estará muito longe da Terra, e em que a sua órbita não estará alinhada com coisíssima nenhuma.

Vendo da perspetiva contrária e com vídeo:



Em Outubro, deverá ter uma magnitude aparente de 6.
Vejam um esquema de magnitudes aparentes:

Ou seja, deverá estar no limite daquilo que se pode ver a olho nú em sítios muito escuros!
Um cometa que se viu de forma semelhante e que passou à poucos anos, é o cometa Lulin de 2009. A não ser que se soubesse exatamente para onde se estava a olhar, nem se via cometa nenhum. Com telescópio, tiraram-se algumas fotografias engraçadas.
O cometa Elenin será exatamente a mesma coisa: nem se vai dar por ele, pode parecer uma coisa difusa no céu se se souber olhar exatamente para o minúsculo ponto do céu onde ele estará caso se esteja em locais sem nenhuma luz (longe das cidades), e mesmo

Please follow and like us:

Você pode gostar também

One thought on “Cometa Elenin pode aniquilar a raça humana?”

Deixe uma resposta