Americano oferece abrigos subterrâneos para interessados em sobreviver ao fim do mundo em 2012

Segundo Robert Vicino, o mundo pode acabar a qualquer momento. Assim, o empresário americano decidiu projetar espaços subterrâneos para os interessados em sobreviver a qualquer catástrofe.

Após assistir o filme “2012”, ele fundou a Vivos, que construirá abrigos para até 1.000 pessoas na região do deserto de Mojave, na Califórnia. O objetivo é que o complexo funcione como uma Arca de Noé moderna.

Equipados com televisão, cozinha, cama e máquina de lavar, os espaços para adultos custam a partir de R$ 16 mil. A Vivos oferece ainda pequenas casas para até quatro pessoas por uma quantia equivalente a R$ 81 mil. Quartos individuais para crianças custam R$ 4 mil. O acesso de animais de estimação ao complexo não será cobrado.

Em entrevista ao site Inhabitat, Vicino declarou que sua empresa não pretende espalhar medo entre as pessoas. “Mas, cedo ou tarde, tenho certeza que precisaremos de refúgio”, disse.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta