Cuidado! Vacina contra gripe comum pode provocar aborto espontâneo em mulheres grávidas.

Por Ministério Revelação Final
No dia 25 de Abril deu início a campanha Nacional de Vacinação que vai até o dia 13 de Maio, contra Gripe comum, além de idosos e populações indígenas, serão imunizadas crianças entre seis meses e dois anos, profissionais da saúde e mulheres em processo de gestação.

Porém neste ano a vacinação contra a gripe comum terá uma outra função, ela imunizará  também contra o vírus H1N1, ou seja, nessa simples vacina sazonal terá adicionado em sua  fórmula a vacina contra a  gripe suína, que teve seu apogeu entre os anos de 2009 a 2010.
A pergunta que não quer calar. Porque o governo Brasileiro e o Americano colocaram na composição da vacina contra gripe comum, componentes para vacina da gripe suína, H1N1?. A resposta que ouvimos foi para reforçar este público, que são  mais frágeis e   receptíveis,  contraindo com mais facilidade ambos os vírus da gripe tanto o comum como o  H1N1 . Está justificativa não está convencendo muita gente.
Temos inúmeras provas que o vírus H1N1 assim como sua vacina foram criados em laboratório para atender interesses escusos de indústrias farmacêuticas, apenas nos EUA mais de 35000 mulheres após tomarem a vacina contra gripe comum composta com  a vacina contra o vírus H1N1, sofreram abordo espontâneo depois de receberem a vacina.

Mulheres assistam abaixo o vídeo em que Alex Jones abordam a questão junto a uma especialista, e reflitam sobre isso, nosso intuito não é provocar pânico, ou histeria é apenas lhe informar sobre o que acontece após a medicação da vacina e suas conseqüências em mulheres grávidas.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta