O Terremoto no Japão e a carta INWO Acidente Nuclear

Por Revelação Final

Os terremotos que aconteceram no Japão no dia 11/03/2011 e o  mais recente no domingo dia 13/03/2011, trouxe do obscuro á luz, outro cumprimento das mensagens subliminares inseridas no jogo Illuminati Nova Ordem Mundial (INWO).
O terremoto seguido de tsumani do dia 11/03, não apenas destruiu a costa do Japão, matando centenas de pessoas, como também danificou gravemente as usinas nucleares japonesa, que são utilizadas como forma de energia alternativa.
A carta INWO como ilustrado no desenho, onde vemos uma pequena rachadura indicando o vazamento. Observe que a usina possui sete janelas e quando somamos a data do desastre dessa forma temos esse número: 11/3/11 , onde: (1+1) +(0+3) + (1=1) é igual a 7. Como também 11/03/2011 onde: (1+1  +0+3  +2+0+1+1) = 9. Coincidência? Não dá para acreditar nisso.
A carta diz:
“As Empresas de Energia Nuclear perdem sua função simbólica, quando este cartão é jogado em qualquer lugar.”
O fato é que  com esse acidente nuclear o Fundo de Segurança Nuclear, criado por Obama no ano passado, passou a ser mais valorizado e mais países já estão fazendo  suas doações nesse novo tipo de investimento criado pelo imperialismo Babilônico Americano e um deles é o Reino Unido.
Portanto os imperialistas da Nova Ordem Mundial estão conseguindo cumprir sua agenda global, destruindo por intermédio de suas tecnologias (Haarp), qualquer nação que não aceite a sua ditadura global, criando terremotos e tsumani devastadores.
Créditos: Apocalipsetotal
Please follow and like us:

Você pode gostar também

4 thoughts on “O Terremoto no Japão e a carta INWO Acidente Nuclear”

  1. meu amigo, como voçe citou ae, estamos bem perto do fim, mas ate la vamos ter muito mais surpresas, tenho pesquisado muito nesses anos e cheguei a conclusão que tudo que estamos vendo e o fim, o problema e que nen todos acredita. tomara que nosso senhor jesus tenha misericordia ne nos, deus o abençoe que continue mostrando a verdade para esse povo que não sequer de importancia.

Deixe uma resposta