O funk e o empobrecimento intelectual

Por Revelação Final
É surpreendente como as pessoas são bem receptíveis a tendências que surgem mundo a fora, seja uma nova modalidade de vestimenta, ou um calçando diferenciado, até mesmo um novo cosmético com a promessa de rejuvenescimento.
Não difere as músicas, principalmente o funk um estilo musical que surgiu através da música negra norte-americana no final da década de 1960. O funk norte-americano não tem nada a ver com o funk cantados nas periferias das cidades brasileiras.
As letras do funk cantadas nos milhares de bailes funk espelhados pelo Brasil, são carregadas de mensagens subliminares, trazendo nas letras de algumas canções, apologia ao tráfico de drogas, a prostituição, criminalidade, pedofilia e o abondono de valores bíblicos como o casamento. Sem levar em conta quem compõe as letras dessas músicas, na sua minoria são pessoas envolvidas com atos ilícitos, não generalizando, a boas letras, com músicas saudáveis.
Infelizmente temos visto milhões de pessoas, principalmente jovens e adolescentes aderirem essas músicas escusas, como forma de vida, mulheres dançando e mostrando seus corpos vulgarmente no ritmo do funk. Sem ao menos se importar que estão, de certa forma, leiloando seus corpos.
Jovens e adolescentes que perdem suas virgindades após a participação no baile funk, trazendo às vezes uma gravidez indesejada e até doenças infectocontagiosas.

O funk pernicioso deixa as pessoas mais pobres e alienadas intelectualmente,fazendo com que o cérebro não processe e elimine informações não importantes, não conseguindo mais  distinguir entre o que a bom ou ruim.
As pessoas aprendem nas letras das músicas as mais absurdas práticas pecaminosas: palavras de baixo calão, a arte da infidelidade e da criminalidade etc. Que valores estas músicas trazem para quem as ouve?
Pergunte para um jovem quantos livros ele leu num ano, a resposta pode ser surpreendente, talvez nenhum, mas se perguntar a ele, quantas músicas e letras de funk ele sabe; pegue um papel e desmarque compromissos, que ele cantará pra você todas elas.
É isso que a elite global deseja ver, pessoas presas a modalidades sem qualquer significado para suas vidas, assim fica fácil manipula-lás, já que eles são receptíveis a qualquer movimento que surgi sem ao menos questionar se isso influenciar positivamente seus  valor como: cultura, estilo de vida e comportamento.
Recentemente em São Paulo, uma avó de 36 anos, deixou seu neto de três nãos dormindo em uma casa de alvenaria, enquanto foi se “divertir” num “pancadão”, baile funk. A criança a corda assustada e não vendo a avó, acende uma vela que logo em seguida, cai no colchão, que pega fogo rapidamente. Conclusão, a casa pega fogo, a criança morre e a sua avó presa por abandono de capaz.
São estes os valores que você aprende com o funk, largue família, casamento e coisa do passado, a moda é ter vários parceiros. É assim que o diabo ganha a batalha e se infiltra na família.
Não ouça mais meu amigo este tipo de música, seja seletivo, selecione o que é bom para sua vida.Leia bons livros, assista filmes, participe de feiras e entretenimento cultural, recupere as informações que você deixou de obter por causa do funk.
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta