Sinais da Grande Tribulação

por O Apocalipse
Aparecimento do Anticristo: 2 Ts 2.1-10

Dado a confusão cada vez maior no mundo, aparecerá um homem, líder político, que operará com grandes “prodígios e sinais” para comprovar seu poder. As nações, no seu desespero, darão suas forças e apoio a este super-homem. Haverá tentativas de se formar uma só religião. Este homem, chamado “maytrea” pela Nova Era, é o Anticristo bíblico! Logo ele se exaltará, e se proclamará “divino”. Aqueles que questionarem sua autoridade absoluta, como os judeus convertidos, serão mortos: Ap 6.9-11.

Este proferirá blasfêmias e se exaltará num regime autocrático. Não respeitará as leis, nem as religiões (Dn 12.37). Por meio de suas conquistas militares ele terá domínio sobre o Oriente Médio e se colocará como rei em Jersulalém (Dn 11.40-45).

Aliança entre o Anticristo e Israe
l (3 anos e meio) Dn 9.27:

Logo no início do seu governo, o Anticristo procurará uma aliança política e religiosa com Israel. Os próprios judeus, inicialmente, crerão que o “maytrea” é o Cristo tão esperado! Haverá vantagens especiais para os judeus, nos primeiros 3 anos e meio da aliança Israel-Anticristo: isto será proposital, para despertar o “ciúme” dos demais povos e nações. Na sua cegueira espiritual, Israel celebrará uma união com o próprio inimigo! Jerusalém, a capital religiosa do império Anticristo, será remodelada, e o templo de Salomão será restaurado, bem como as ofertas e sacrifícios. Mas o ódio entre os mulçumanos e judeus crescerá a um tal ponto que o Anticristo se aproveitará, para tentar completar seu plano de exterminar, totalmente, o povo judeu da terra. Devemos nos lembrar que Deus ainda tem muitos planos para os judeus, Ele não abandonou este povo, O ama e permitirá tudo isto para que se cumpra para que, finalmente, o povo judeu creia no Cristo Verdadeiro!

Rompimento da aliança Dn 9.27:

O Anticristo entrará no templo de Jerusalém e se assentará como “deus”, exigindo a adoração de todos! (É a chamada “abominação desoladora” de Dn 11.36-39, 12.11). Nesta hora, os judeus se acordarão de sua cegueira de mais de 2.000 anos, e verão que foram enganados!

Perseguição aos judeus Mt 24.15-22, Ap 12.13-17:

O rompimento súbito do acordo Anticristo-Israel despertará uma onda de ira e vingança aos judeus, em todo o mundo, jamais vista até então. Muitos judeus se converterão, mas serão exterminados, assim que professarem sua fé em Cristo (Ap 17.6, Dn 8.24). Os anais da história nunca registraram uma perseguição tão feroz como a que há de vir sobre os judeus, neste período de 3 anos e meio, subsequentes ao rompimento do acordo! (Dn 9.27).

Flagelos sobre a humanidade Ap 6-16:

A ira de Deus será derramada na forma de juízos: guerras, mortes, fome, inflação, pragas, terremotos, poluição, queimadas de florestas, escuridão, doenças, destruição da vida marinha, calor, chuvas de meteoros, etc. Estes flagelos são descritos como “selos”, “trombetas” e “flagelos” em Ap.

Armagedom Ap 16.13-16:

Os homens se unirão com o Anticristo para guerrearem contra Israel, sitiando Jerusalém (Zc 14.1-3), atribuindo seus flagelos á existência do povo judeu. Nesta hora, no 7o. ano da grande tribulação, o Senhor Jesus retornará, visivelmente, diretamente no monte das Oliveiras (Zc 14.4), para salvar o povo judeu do extermínio. Será o último momento histórico da grande tribulação, e o início do Reino Milenar de Cristo: a derrota das legiões do Anticristo , o livramento do povo judeu e a morte do próprio Anticristo, mediante o sopro da boca do Senhor Jesus! (2 Ts 2.8).

Reportagem por
O Apocalipse

Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta