Israel da a largada para o acordo de Paz

Premiê de Israel promete surpreender em negociações de paz com palestinos 
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu surpreender os céticos que duvidam que as negociações diretas com os palestinos, previstas para o início de 2 de setembro, concluam com um acordo de paz.
“Posso entender os céticos. Mas temos a intenção de surpreendê-los, sempre e quando tenhamos um interlocutor sério”, afirmou Netanyahu pouco antes do início da reunião semanal de governo. “Um acordo de paz com os palestinos é difícil, mas possível.”
Esse acordo, segundo ele, deve estar baseado em termos de segurança satisfatórios e no reconhecimento de Israel como estado de povo judeu.
O anúncio das negociações diretas foi recebido com ceticismo pela imprensa israelense, que recordou o fracasso de iniciativas similares há alguns anos. O jornal “Yediot Aharonot”, por exemplo, recordou que negociações desse tipo já foram tentadas em 1993 em Oslo e Washington, e continuaram em Camp David, em 2000, em Taba, Egito, em 2001, e em Annapolis, Estados Unidos, em 2007, sem que se conseguisse nenhum resultado.
A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, anunciou na última sexta-feira o convite americano para a retomada do diálogo direto entre palestinos e israelenses. “Houve dificuldades no passado e haverá dificuldades agora. As conversas atingirão obstáculos e os inimigos da paz continuarão tentando nos prejudicar”, disse Hillary, reconhecendo a dificuldade do processo.
Israel logo em seguida aceitou a proposta. No final daquele dia, a mesma postura foi adotada pelo lado palestino. A reunião tripartite está prevista para os próximos dias 1º e 2 de setembro, em Washington, e encerra 20 meses de paralisação das negociações diretas.
IDAS E VINDAS
As negociações de paz lançadas em Annapolis (EUA), no final de 2007, estão estagnadas desde dezembro de 2008, quando os palestinos abandonaram o processo de paz após o início da ofensiva militar israelense contra a faixa de Gaza, que deixou cerca de 1.400 palestinos mortos, na maioria de civis.
Posteriormente, o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, se negou reiteradamente a voltar à mesa de negociação enquanto Israel não paralisasse totalmente a ampliação das colônias judaicas e assentamentos na Cisjordânia, um dos pontos mais delicados do processo.
Em março passado, Abbas aceitou iniciar conversas indiretas de paz sem que se tivesse cumprido sua exigência, mas a aprovação da ampliação de uma colônia em Jerusalém Oriental, durante a visita do vice-presidente dos EUA, Joe Biden, jogou por terra a possibilidade e originou a maior crise diplomática em décadas entre Israel e Washington.
Em visita à Casa Branca em julho, Netanyahu disse estar disposto a tomar passos concretos e seguir com o plano mediado pelos EUA de iniciar diálogo direto em setembro próximo. Ele não afirmou, contudo, quais seriam os requisitos israelenses, ou, ainda mais importante, o que Israel estaria disposto a ceder pelo diálogo.
As pressões diplomáticas se intensificaram nos últimos dias, já que em 26 de setembro vence a moratória de dez meses para a construção de assentamentos nas colônias judaicas da Cisjordânia.

I TESSALONICENSES 5

A VINDA DO SENHOR

1 MAS, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva;2 Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite;3 Pois que, quando disserem [ELES]: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão. (1 Tessalonicenses 5:1-3).

Fonte:folha.uol

 

Please follow and like us:

Você pode gostar também

One thought on “Israel da a largada para o acordo de Paz”

  1. Estranho essa data dia 02/09/2011, isolando-se o número 02+09 =11, aliás não duvido muito desse acordo sair mesmo, porque essa geração termina em 2018 e jesus disse que não passará essa geração sem que tudo isso aconteça. Esse ano muita coisa acontecendo , inclusive o filme 11-11-11 http://www.1111themovie.com/ tem até um contador nesse site, pra quê isso? aliás o filme trata que se abrirá um portal, não duvido muito que seja demônios soltos do inferno, os quais não existam até agora por aqui , contador do site lá, faltam 45 dias para 11 de novembro. Parece que entraremos na era de aquário se não me engano, que é a era do anti-messias, a era que estaremos deixando é a de peixes que significa o cristianismo. Fiquem em vigília para que não sejam pegos no laço desse mundo.

Deixe uma resposta