Nova Ordem Mundial: O Plano dos Illuminati Parte – 2

Eventos Planejados que Armam o Cenário
Carta Vermes na Internet – A parte inferior da carta diz: “Todos os dados… estão perdidos! Perdidos! Escolha um de seus rivais para sofrer sua ira… Jogue esta carta a qualquer momento. Ela requer uma ação de seus Illuminati ou de grupo(s) Computador com um Poder total de 3 ou mais.”
Você consegue imaginar? Os vírus de computador foram planejados pelos Illuminati, provavelmente para fazer com que os proprietários de computadores que se apaixonaram pela Internet aceitem novos controles do governo. Os governos já puseram em funcionamento novas regras para o uso da Internet ou propuseram essas regulamentações. Uma vez que a Internet é um dos últimos meios restantes de comunicação global verdadeiramente livres, o governo está muito interessado em obter o controle. Qual a melhor forma de obter tal controle regulador do que utilizar a técnica clássica do embate dialético: “O conflito controlado produz mudança controlada”? Esse processo também é chamado às vezes de “Criar um problema e propor a solução (dos Illuminati)”.
Se os Illuminati são a força propulsora por trás dos vírus de computador, quantos vírus já foram lançados sobre o público? Você ficará surpreso:
Resumo da Notícia: “Vírus e Vermes: O Que Há no Nome?”, Michelle Delio, Wired News, 4/9/2003.
“Desde que Brain, o primeiro vírus de computador, foi criado em 1986, os pesquisadores de antivírus que descobrem um novo verme ou vírus geralmente recebem a honra de nomeá-lo. Agora, 65.000 vírus depois e contando, esses intrépidos pesquisadores ainda conseguem inventar novas alcunhas para os programas malignos.”
Dá para acreditar? Os Illuminati criaram 65.000 vírus de computador desde 1986! E o FBI simplesmente prendeu um pobre e infeliz hacker de computador, acusando-o de ser o criador do sofisticadíssimo vírus SoBig-F! Agora, permita-nos observar alguns dos nomes criativos desses vírus:
“Há os sempre populares nomes intimidadores: Blaster, Chernobyl, Code Red, Hybris, Goner, Slapper e Slammer. Menos populares hoje em dia são os nomes jocosos e divertidos: Pretty Park, Birthday, Happy Monday, Smile, New Love e Teddy Bear.”
“Há as sedutoras, sempre na moda – Deep Throat, Hooker, FunLove, Love Letter, NakedWife, Paradise – e aqueles que parecem se referir à pessoa que criou o verme: Annoying, Brat, Coma, Faker, Glitch, SadHound, Slacker, Small, TheThing e Yo Momma.”
“E também existem nomes que parecem não fazer sentido algum: Gokar, Klez, Nimda, Welyah, Yah
Please follow and like us:

Você pode gostar também

Deixe uma resposta